Notícias em O melhor do bairro de Volta Redonda, Produtos e Serviços, Volta Redonda, RJ

sábado, 05 de agosto de 2017

Quantidade de acidentes com motos tem queda gradual em Volta Redonda

Matéria publicada pelo Jornal Diário do Vale em 4 de agosto de 2017, 18:18 horas

Volta Redonda –  O número de acidentes envolvendo motociclistas nos primeiros sete meses de 2017 em Volta Redonda chegou a 302 no período de janeiro a julho, contra 308 no mesmo período do ano passado. No entanto, a queda na incidência de acidentes foi gradual. A virada só aconteceu porque no mês de julho deste ano houve 33 acidentes, 20 a menos que os casos ocorridos no mesmo período em 2016.

No primeiro semestre – janeiro a junho deste ano – a quantidade de ocorrência subiu em 14 casos, em relação ao mesmo período em 2016. Dados do Ciosp (Centro Integrado de Operações de Segurança Pública) totalizam 269 acidentes registrados nos primeiros seis meses deste ano, contra 255 ocorridos durante a primeira metade de 2016.

Os três primeiros meses deste ano foram os de maior incidência. Somente em março, 57 motociclistas sofreram acidentes, 16 a mais em relação ao mesmo mês do ano passado.

No segundo trimestre, o número de casos ficou abaixo do registrado no mesmo período de 2016: O mês de junho deste ano fechou com 48 casos, contra 51 no ano passado. Maio também seguiu a tendência com 39 registros este ano e 45 acidentes, ano passado. Em abril a trajetória se repete, com 41 casos, em 2017, e 46 em 2016. No entanto, o acumulado dos seis meses ainda era superior ao do ano anterior.

Acidentes

Um dos acidentes com maior repercussão ocorreu em maio deste ano, quando uma câmera de segurança de uma loja registrou o acidente de trânsito que matou o motoboy Yuri Macharett Silva, de 26 anos.

No vídeo é possível ver o carro batendo, com violência, na moto conduzida pela vítima, a partir dos 28 segundos de gravação. O acidente ocorreu no cruzamento das Ruas Dioneia Faria e Mizael Mendonça, no bairro Aterrado, às 21h50. O motoboy chegou a ser socorrido no Hospital São João Batista, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade. Ainda este ano duas motos e uma carreta se envolveram em outro acidente, na BR-393 (Rodovia Lúcio Meira), próximo à passagem superior da CSN, na Vila Santa Cecília.

Na ocasião, três pessoas ficaram feridas: dois motociclistas e um carona. Um dos motociclistas caiu perto das rodas traseiras de uma carreta. Apesar do impacto, as vítimas tiveram escoriações e lesões leves. O coordenador adjunto do Ciosp, Dalessandro Hidimario de Assis, avaliou que a maioria dos acidentes envolvendo motociclistas ocorre por imprudência dos motoristas que, em grande maioria, não ficam atentos às sinalizações, principalmente, em cruzamentos.

– Mesmo tento preferência pela rodovia, em se tratando de um cruzamento, principalmente à noite, é importante que o condutor olhe e avalie se deve ultrapassar, pois nunca se sabe se o outro condutor está atento – ressaltou o coordenador do Ciosp, enfatizando que esta medida ajudaria muito reduzir casos de acidentes, em especial, aqueles que envolvem motociclistas.

Fonte: http://diariodovale.com.br/tempo-real/quantidade-de-acidentes-com-motos-tem-queda-gradual-em-volta-redonda/

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Volta Redonda recebe projeto ‘Cidades Empreendedoras’ do Sebrae

Samuca Silva destaca avanços no Desenvolvimento Econômico e o saldo positivo de empregos nos últimos três meses

 

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, participou nesta quinta-feira, dia 6, do workshop de lançamento do programa ‘Cidade Empreendedora’, uma realização do Sebrae, em parceria com o governo municipal. A ideia do projeto é unir a gestão pública e lideranças locais para que sejam criadas e implantadas políticas públicas voltadas às micros e pequenas empresas. Desta forma, o ambiente empresarial melhora, segundo a coordenadora regional do Sebrae no Médio Paraíba, Ana Lúcia Araújo Lima.

“Quero ser o prefeito conhecido como o mais empreendedor do país. Temos que pensar o que ninguém pensou. Não há tempo pra ficar fazendo o básico. O impossível é só questão de opinião”, disse Samuca, que citou algumas medidas de incentivo ao Desenvolvimento Econômico da cidade, como o fim da taxa de R$ 800 do MEI; o Alvará Fácil (desburocratiza a abertura de empresas) e as Ruas de Compras – que já reuniu mais de 100 mil pessoas em duas edições (Avenida Amaral Peixoto e Retiro).

Além disso, o prefeito destacou o número de empregos formais que foi criado nos últimos três meses. “Volta Redonda fechou março, abril e maio com o saldo de empregos positivo. Não são dados da prefeitura, mas sim do Ministério do Trabalho e Emprego”, afirmou o chefe do Executivo municipal, que foi acompanhado por representantes das seguintes secretarias: Desenvolvimento Econômico e Turismo; Administração; Educação; Saúde; Ação Social; Comunicação Social e outras.  

Ana Lúcia destacou sobre a importância dessas parcerias para o município. “Volta Redonda é a capital da região. Que esse governo e entidades continuem as parcerias para o bem da população. ‘Cidade Empreendedora’ é uma ferramenta do Sebrae é para melhorar uma gestão pública. Quem sabe um dia o empreendedorismo seja uma matéria escolar”, disse a coordenadora regional do Sebrae.

Além de Volta Redonda, outros 11 municípios estão recebendo o apoio do Sebrae no Estado do Rio de Janeiro. Para participar, foram levados em consideração os seguintes critérios: status de lei geral municipal implementada; densidade empresarial e ambiente favorável para desenvolvimento do programa.

Volta Redonda saiu na frente. Na semana passada, por exemplo, o município lançou o Codese (Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico), uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), formada por representantes de entidades apartidárias e sem fins lucrativos. A intenção é discutir e propor soluções estratégicas para um desenvolvimento econômico sustentável, através da elaboração e monitoramento de projetos de médio e longo prazo.

“Quero pensar Volta Redonda para daqui a 20 anos e não pensar apenas no mandato. É plantar uma semente e colher lá na frente”, finalizou o prefeito.

Por André Aquino, com fotos Gabriel Borges / Secom VR

Fonte: http://www.portalvr.com/9-noticia-destaque/2789-volta-redonda-recebe-projeto-cidades-empreendedoras-do-sebrae

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Voltaço inicia venda de ingressos para partida contra o Ypiranga

Voltaço inicia venda de ingressos para partida contra o Ypiranga

Volta Redonda iniciou nesta terça-feira, dia 13, a venda de ingressos para a partida entre contra o Ypiranga-RS, neste sábado, dia 17, às 18h, no Estádio Raulino de Oliveira. A diretoria mateve a promoção de ingressos das últimas partidas: os torcedores com a camisa tricolor pagam apenas R$ 10 (meia) nos ingressos para a arquibancada.

Já a entrada para os visitantes será vendida a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). A promoção não será estendida para as cadeiras sociais, que serão vendidas a R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia).

Os ingressos já estão disponíveis nos seguintes postos de vendas:

Loteria do Meia-Meia

Unidade 1 – Av Lucas Evangelista nº 160 – Bairro Aterrado

Unidade 2 – Av Antônio de Almeida, 1052 – Bairro Retiro

Unidade 3 – Avenida Quatro, nº 189, Bairro Vila Rica

Empório Brasil

Endereço: 421, Av. Sávio Costa de Almeida Gama, 1935 – Bairro: Retiro.

Bilheterias do Estádio Raulino de Oliveira

Apenas no dia da partida, a partir das 16h.

 

 

 

terça-feira, 13 de junho de 2017

‘Fale com o Prefeito’ já ouviu 70 moradores de Volta Redonda

‘Fale com o Prefeito’ já ouviu 70 moradores de Volta Redonda

Por edição, 10 populares conversam com o prefeito sobre questões relacionadas à cidade

 

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, participou na manhã dessa sexta-feira, dia 9, da sétima edição do projeto ‘Fale com o Prefeito’. Ao todo, 70  moradores da cidade já tiveram dez minutos para conversar com o chefe do executivo. Os encontros com a população acontecem às sextas-feiras, no Palácio 17 de Julho, no Aterrado. A conversa com o prefeito é sempre marcada por sugestões, elogios e críticas.  Para Samuca, boas ideias surgem a todo instante e esse canal é essencial para isso.

 

“Minha gestão é do diálogo e da transparência com todos. Faço questão de ouvir, pois saem ótimas ideias e sugestões dessas conversas, para a cidade”, afirmou Samuca. A intenção do programa ‘Fale com o Prefeito’ é manter a integração com a população através de um canal direto. Segundo o morador Ronaldo do Carmo, escutar a todos faz com que a gestão seja voltada para o povo.

“O prefeito ouviu o que eu queria falar e foi muito bom. Quando ele escuta a população é melhor para o povo, que acredita nas propostas dele. Vim falar de uma lei antiga, que não é cumprida, sobre vender animais na feira livre. Durante anos vendi meus canários belgas lá. Sou registrado no Ibama e tenho todos os documentos legais, faço parte de um grupo de ambientalista. Ele se mostrou muito disponível em resolver os problemas da cidade”, contou Carmo.

De acordo com a moradora Cleide Monteiro, essa foi a primeira vez que conseguiu fazer uma sugestão diretamente a um prefeito e ser ouvida. “Temos um problema sério com o córrego que corta a rua Euclides Figueiredo e a avenida Antônio de Almeida, no Retiro. Já tinha feito várias reclamações sobre o córrego, até um projeto sobre a canalização dele. Isso tem mais de 30 anos e a população sofre com o mal cheiro, além dos problemas de saúde que podem ser causados. Sabemos que o prefeito encontrou a prefeitura em situação ruim, mas só dele ouvir e se prontificar a ajudar já é muito importante”, contou Cleide.

Para o prefeito é muito evidente a evolução do projeto, que está ajudando a conhecer e resolver as demandas da população. “Preciso saber diretamente das demandas e necessidades da população e esse canal é essencial para isso. Vejo a evolução do projeto e, cada encontro com os moradores, me faz pensar em coisas novas e, principalmente, em realizar ações com eficácia para solucionar problemas”, enfatizou Samuca.

Para participar do projeto ‘Fale com o Prefeito’ é necessário realizar um pré-agendamento na recepção da prefeitura. Os encontros acontecem às sextas-feiras, de 9h às 11h.

Por Maria Clara Sales, com foto Gabriel Borges / Ascom VR

quinta-feira, 02 de fevereiro de 2017

Prefeitura propõe grupo de trabalho permanente com taxistas de Volta Redonda

 
O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, recebeu nesta segunda-feira, dia 30, em seu gabinete um grupo de dez taxistas acompanhados do presidente do sindicato da categoria, Clovis Barbosa da Silveira, e do presidente da Câmara Municipal, vereador Sidney Dinho. Eles foram pedir apoio da administração municipal por mais segurança pública para o exercício profissional. Somente neste mês, segundo eles, taxistas já sofreram 12 assaltos no município.  De imediato, o prefeito propôs a formação de um grupo de trabalho permanente em busca de soluções junto ao poder público de todos os impasses dos taxistas.
 
Outra medida assumida pelo Chefe do Executivo foi a convocação para uma reunião a ser agendada, das forças de segurança do estado – representantes da Polícia Civil e Polícia Militar, junto com a Guarda Municipal e SUSER (Superintendência dos Serviços Rodoviários), com ampla participação dos taxistas e do sindicato da categoria.
 
“Todas as decisões que pudermos tomar em conjunto, dialogando sempre, para assegurar o direito de vocês trabalharem com segurança, nós vamos agir”, enfatizou Samuca.
 
Embora segurança pública seja obrigação constitucional do Governo do Estado, o prefeito de Volta Redonda disse que vai solicitar que a Guarda Municipal faça blitz educativas e corretivas nos bairros, aumentando a fiscalização.
 
O presidente do Sindicato, Clovis Barbosa da Silveira, considerou o protesto desnecessário diante do canal de diálogo que foi aberto pelo poder público para buscar soluções mais concretas para a questão. “A conversa com o prefeito foi muito boa porque ele nos recebeu prontamente e está dando o apoio necessário à categoria. Ele vai reunir todas as autoridades para melhorar a segurança dos taxistas de Volta Redonda. O Sindicato não apoia paralisação. Isto seria somente como o último recurso, se a gente não estivesse sendo atendidos. E o prefeito Samuca nos atendeu muito bem” disse o presidente do Sindicato dos Taxistas, Clóvis da Silveira, tendo a concordância do taxista Moisés de Andrade da Cooperação, com mais de 20 anos de profissão.
 
O presidente da Câmara Municipal, Sidney Dinho, que foi o porta voz do encontro entre os taxistas e o prefeito, também aprovou o resultado: “A reunião foi super proveitosa porque o poder público abriu as portas e se comprometeu a reunir as demais autoridades, taxistas, poder legislativo e autoridades da segurança pública para encontrar o melhor caminho, e garantir o trabalho com segurança dos taxistas”, enfatizou.
 

Segundo o sindicato, Volta Redonda tem cerca de 256 permissionários (concessões) de táxis e cerca de três profissionais por cada carro, o que equivale a 768 profissionais trabalhando no dia a dia da cidade.

FONTE: http://juventudebm.blogspot.com.br/2017/01/prefeitura-propoe-grupo-de-trabalho.html 

 

1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | Próximo >
Agradeço a sua visita!
 
O grande objetivo do Portal O Melhor do Bairro é proporcionar para os moradores de Volta Redonda soluções de busca local, ser informativo e útil, fornecer às empresas uma forma de promoção dos seus produtos e serviços. E nós fazemos isso: 
Mantendo a ética e integridade em todos os nossos serviços, 
contratos e relacionamentos.
 
Olavia Lopes
 
Franqueada O Melhor do Bairro Volta Redonda