Notícias em O melhor do bairro de Gonzaga, Santos, SP

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Temporada de cruzeiros deverá movimentar quase 800 mil passageiros em Santos

Temporada de cruzeiros deverá movimentar quase 800 mil passageiros em Santos

De A Tribuna On-line

A temporada de cruzeiros 2014/2015, que tem início no próximo dia 9, com a chegada do navio Empress (Pullmantur), deverá movimentar 790 mil passageiros no porto santista, entre embarque, desembarque e trânsito.

Com término previsto para 27 de abril do ano que vem, a temporada será marcada pela volta dos minicruzeiros – viagens com duração três ou quatro dias. A notícia é boa para Santos, já que esta modalidade gera maior volume de visitantes no pontos turísticos da Cidade também no dias de semana.

Nos 101 dias de operação, o Terminal Marítimo de Passageiros Giusfredo Santini realizará 195 escalas de 17 navios, o que representa aumento de 20% em relação à temporada passada. De acordo com a programação do Concais, os dias 6 e 20 de dezembro serão os mais movimentados, por conta da chegada de cinco navios em cada um. Em outras nove oportunidades são esperados quatro cruzeiros simultaneamente.

 
 

 

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Prefeituras decretam ponto facultativo pelo Dia do Servidor

Nesta terça
 

Prefeituras decretam ponto facultativo pelo Dia do Servidor

De A Tribuna On-line

Esta terça-feira é  o Dia do Servidor Público, embora muita gente nem deva saber. E, por conta disso, o atendimento nas repartições públicas será alterado em todas as cidades da Baixada Santista. Assim, quem precisa resolver alguma pendência deve ficar atento, ainda mais porque cada prefeitura escolheu um dia diferente para decretar o ponto facultativo.

São Vicente, Peruíbe e Itanhaém, por exemplo, anteciparam o ponto facultativo para hoje (27). Em Cubatão e Bertioga não haverá expediente nem hoje, nem amanhã.

O objetivo é emendar a data com o fim de semana, para que os servidores tenham mais tempo de descanso. Santos e Guarujá adiaram o ponto facultativo para sexta-feira, com o mesmo propósito.

Apesar da interrupção do atendimento, os serviços essenciais de saúde, fiscalização de trânsito, coleta de lixo e limpeza vão funcionar normalmente hoje. Da mesma forma, as unidades dos Correios e do Poupatempo e os Ambulatórios de Especialidades Médicas (AMEs) funcionam normalmente.

Já as agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) não abrem amanhã.

Santos
O ponto facultativo será sexta-feira. Nesse dia, repartições e serviços municipais não vão funcionar,  com exceção daqueles considerados essenciais, como prontos-socorros, hospitais e limpeza urbana.

São Vicente
O ponto facultativo é hoje. Repartições e serviços municipais não vão funcionar. As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) também não abrem. O expediente será normal em prontos-socorros, pátio de recolhimento de veículos e fiscalização de trânsito; Núcleo de Atenção Psicossocial (Naps), Guarda Civil Municipal, coleta de lixo e transporte público. O Bom Prato também funcionará normalmente.

Guarujá
O ponto facultativo será sexta-feira.
O expediente nas repartições e serviços municipais sofrerá pequenas alterações. Os Paços Municipais Raphael Vitiello e Moacir dos Santos Filho não abrem.
Serviços essenciais de saúde, assistência e desenvolvimento  social e operações urbanas vão funcionar em regime de plantão. Postos de informações turísticas vão funcionar normalmente, das 9 às 17h. O restaurante popular da Vila Baiana abre. Já o Bom Prato da Vila Áurea e o restaurante popular do Santo Antônio não vão funcionar. As Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da Prefeitura, que funcionam 24 horas, estarão de plantão. O serviço de coleta de lixo e limpeza urbana e as feiras vão funcionar normalmente.

Praia Grande
O ponto facultativo será amanhã. Não haverá expediente nas repartições, funcionando apenas os serviços essenciais de saúde, fiscalização de trânsito, transportes, engenharia de tráfego e Guarda Civil. As feiras serão realizadas normalmente. Não haverá funcionamento no Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT).

Cubatão
Pontos facultativos hoje e amanhã. Repartições públicas municipais não abrem. Serviços de atendimento emergencial de saúde, parques ecológicos, coleta de lixo domiciliar, vigilância, fiscalização da receita, obras públicas e particulares, cemitério e velório, varrição de ruas e feiras, transporte de água em carro-tanque para consumo doméstico, creches municipais e Parque Anilinas vão funcionar normalmente.

Mongaguá
O ponto facultativo será sexta-feira, quando não haverá expediente nas repartições públicas municipais. Serviços essenciais como limpeza pública, manutenção de praças, parques e jardins, garagens e oficinas, segurança, saúde e fiscalizações não serão afetados, funcionando normalmente.

Bertioga
Não haverá expediente hoje e amanhã. O Espaço Cidadão-Centro e o Espaço Cidadão-Boraceia, onde funcionam o Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), Procon, Banco do Povo,entre outros serviços, seguem o expediente do Paço Municipal, sem atendimento. Hospital e pronto-socorro vão funcionar normalmente, 24 horas por dia. As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e o Centro de Especialidades Médicas (Ceme) estarão fechados. O Mercado Municipal de Pescados atenderá normalmente, das 7 às 20h.  A feira livre no Jardim Raphael, amanhã, terá expediente normal.

Peruíbe
O ponto facultativo será hoje. Não haverá expediente para serviços internos e externos nas repartições públicas municipais. Serviços essenciais serão mantidos.

Itanhaém
 O ponto facultativo será hoje. Alguns serviços municipais não vão funcionar. As Unidades Básicas de Saúde não atenderão nesta data, mas a Unidade de pronto Atendimento de Itanhaém (UPA), Hospital Regional Jorge Rossmann e Samu estarão atendendo normalmente. As equipes das regionais terão o expediente de limpeza e manutenção de ruas das 7 às 11h e o estacionamento regulamentado irá funcionar normalmente.

INSS
As agências da Previdência não vão abrir amanhã.  Atendimento normal Correios, Ambulatórios de Especialidades Médicas (AMEs) e Poupatempo funcionarão normalmente amanhã.

 

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Conta de luz sobe 21% a partir de quinta-feira

Prepare o bolso
 

Conta de luz sobe 21% a partir de quinta-feira

Rosana Rife
N/A
Índice é aproximadamente três vezes superior à inflação

A conta de luz sobe, a partir de quinta-feira (23), 21%. O reajuste afetará 1,6 milhão de unidades consumidoras atendidas pela CPFL Piratininga e foi autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Na região, a concessionária atende os moradores de Santos, São Vicente Cubatão, Praia Grande e Vicente de Carvalho, em Guarujá. O índice é aproximadamente três vezes superior à inflação registrada nos últimos 12 meses, diz o economista Hélio Hallite.

“É um resultado do caos no sistema energético brasileiro. E chega no momento em que estamos entrando no horário de verão, o que daria um alívio para o bolso. Além disso, o consumo será agravado devido às condições climáticas que estamos enfrentando”. Para empresas, o aumento será ainda maior. Ficará em 24,35%.

A Aneel informou que o índice é reflexo da variação de custos que a empresa teve no ano. O cálculo levou em conta gastos com atividade de distribuição. Nesse caso, incide o IGP-M. Há ainda outros custos que não seguem o índice inflacionário, como energia comprada, encargos do setor e transmissão de energia.

 

quinta-feira, 09 de outubro de 2014

Sinalização para coibir abusos em ciclovia será instalada após obras na João Pessoa

De A Tribuna On-line

Os serviços de pavimentação, ciclovias e calçadas da Rua João Pessoa, no Centro de Santos, devem ser concluídos até a segunda quinzena de novembro, segundo a Prefeitura.  A sinalização de solo, de acordo com a Companhia de Engenharia de Trafego de Santos, começa 15 dias após o término da obra.

Com o andamento dos trabalhos na via, o trânsito de ciclistas e pedestres exige cautela. Imagens do fotógrafo Alexsander Ferraz mostram o uso arriscado da ciclovia inacabada. Pedestres caminham na ciclovia e as bicicletas correm o risco de serem atingidas por carros que precisam entrar em estacionamentos espalhados pela rua. Até mesmo cadeiras de estabelecimentos comerciais são colocadas nas proximidades da pista. 
 

N/A
Enquanto a obra na Rua João Pessoa não termina, ciclistas e pedestres utilizam o mesmo espaço

 

terça-feira, 07 de outubro de 2014

Após sete dias em greve, Bancários retornam ao trabalho nesta terça-feira

De A Tribuna On-line
N/A
Bancários votam nesta terça-feira ao trabalho

Após sete dias de greve os bancários da região aceitaram em assembleia, a proposta de 8,5% de reajuste salarial e 9% no piso apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), na noite da última sexta-feira. A oferta representa o maior aumento real à categoria desde 1995. Os profissionais terão a reposição dos dias parados.

“A proposta foi aceita por unanimidade. Esses índices resolvem a nossa situação. Ficamos acima da inflação”, diz Ricardo Saraiva Big, presidente do Sindicato dos Bancários.
Durante o movimento de greve, iniciado em 30 de setembro, 3.370 funcionários dos 4 mil que atuam na Baixada Santista estiveram de braços cruzados.

Em Santos, 90% das 170 agências foram fechadas, enquanto nos outros municípios do litoral, as atividades foram suspensas em 70% das 110 unidades. “Aqui na região a mobilização foi maior do que no restante do País. Com certeza o nosso movimento pesou na mesa de negociação. Esperamos que nos próximos anos o movimento seja ainda mais forte”, informa o sindicalista.

Orientação

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf), que negocia desde agosto com a Fenaban, orientou os bancários de todo o País a aceitarem a proposta apresentada. A categoria tem data-base no dia 1º de setembro.

“Em quatro dias de greve alcançamos uma proposta superior aos 1,88% de aumento real aceita no ano passado. Conseguimos 2,02%”, diz Carlos Cordeiro, presidente do Contraf.

Conquista

A nova proposta garante aos trabalhadores 8,5% (2,02% de aumento real) de reajuste para salários, Participação de Lucros e Resultados (PLR), vale-alimentação e auxílios, além de 9% (2,5% de ganho real) no salário base.

O vale-refeição teve um aumento de 12,2% e passou de R$ 23,18 para R$ 26 ao dia. O vale-alimentação dos </CW>R$ 397,36 para R$ 431,16 no mês, mesmo valor da 13ª cesta.

Negociações 

Os bancários reivindicam desde agosto um salário base de R$ 2.979,25, reajuste de 12,5%, a criação de um Plano de Cargos e Salários (PCS), mais contratações, fim das metas e do assédio moral, segurança e a não regulamentação da terceirização.

A primeira proposta econômica apresentada pela Fenaban, e recusada pelos bancários, foi um reajuste salarial de 7% e o aumento de 7,5% no piso. Sem um acordo entre as partes, o Contraf orientou a deflagração da greve no dia 30 de agosto – condição acatada pelos trabalhadores.

A fim de evitar a paralisação, no dia 27 a entidade que representa as instituições financeiras convocou uma nova negociação, onde ofereceu 7,35% de aumento nos vencimentos e 8% no salário base. Mais uma vez a proposta não foi aceita e a categoria parou.

Bancos públicos

Segundo Big, a assembleia também votou e rejeitou as propostas apresentadas pela Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil. “Apesar disso, como o restante do Brasil aceitou a oferta, os bancários voltam aos serviços”, explica o presidente. 

proposta salarial é a mesma oferecida pela Fenaban. Entretanto, existem negociações específicas com as duas instituições, como o compromisso de mais contratações, o fim do banco de horas, entre outros pedidos.

 

1 | 2 | 3 | Próximo >