\ Notícias em Pina, Recife - PE | O Melhor do Bairro
Tenha seu próprio negócio na internet em parceria com a empresa líder em diretórios regionais no Brasil.
Torne-se um franqueado do Portal O Melhor do bairro e obtenha ótimos ganhos gerenciando este website.

Notícias em O melhor do bairro de Pina, Recife, PE

sexta-feira, 03 de agosto de 2012

Seis bancos do Recife são interditados pela Dircon

Seis bancos do Recife são interditados pela DirconAção, feita em parceria com o MPPE, é uma forma de pressionar a Febraban a assinar o TAC


 

Bradesco da Avenida 17 de Agosto, que sofreu assalto, se adequou às normas e foi reaberto. Foto: Roberto Ramos/DP/D.A Press  
Bradesco da Avenida 17 de Agosto, que sofreu assalto, se adequou às normas e foi reaberto. Foto: Roberto Ramos/DP/D.A Press

Seis bancos do Recife foram fechados pela Diretoria de Controle Urbano (Dircon) nos últimos três dias. A ação aconteceu porque os estabelecimentos continuam sem cumprir as normas de segurança estabelecidas por três leis municipais em vigor desde o início de 2011. Foram interditados o Bradesco e o Santander da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), no Banco do Brasil, o Santander e o Bradesco da Estrada do Arraial, em Casa Amarela, e o Itaú da Avenida 17 de Agosto, no Parnamirim.


A ação faz parte de um acordo entre o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Polícia Civil, Dircon e sindicatos para pressionar a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) a assinar o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). Segundo o promotor do Consumidor, Ricardo Coelho, o órgão aceitou cumprir as leis, mas se negou a registrar o acordo. Ao todo, já são 11 bancos interditados no Recife.

Fonte: http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/vida-urbana/2012/08/03/interna_vidaurbana,388803/seis-bancos-do-recife-sao-interditados-pela-dircon.shtml

quinta-feira, 02 de agosto de 2012

Policiais civis decidem manter a greve e anunciam rodízios nas delegacias de plantão

Policiais civis decidem manter a greve e anunciam rodízios nas delegacias de plantão

 

Policiais Civis realizaram passeata. (Blenda Souto Maior/DP/D.A Press)  
Policiais Civis realizaram passeata.

Após a manifestação durante toda a tarde desta quarta-feira (01) feita pelos policiais civis em greve do estado, a categoria, em assembleia extraordinária realizada em frente à sede do governo, no Centro de Convenções, em Olinda, decidiu que vai manter a paralisação por tempo indeterminado. Para não prejudicar a sociedade, optaram por fazer rodízio nas delegacias que estão funcionando em regime de plantão.

Antes os atendimentos durante a madrugada estavam sendo feitos nas delegacias de plantão de Olinda, Prazeres e Várzea. Contudo, o Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol) decidiu que, a partir da próxima sexta-feira (04), só vão funcionar as delegacias de plantão de Boa Viagem, Casa Amarela e Paulista.


Aproximadamente 300 policiais militares aguardavam a chegada dos policiais civis em greve na atual sede do governo. No entanto, apesar da deliberação judicial de que os militares deveriam coibir a manifestação dos grevistas, não foi necessário o uso de força. Os manifestantes chegaram de forma pacífica, ocuparam a faixa local em frente ao centro e às 17h30 deram início a uma assembleia para deliberar os próximos passos da paralisação. A decisão foi tomada em 20 minutos.

O ato público evidenciou a tentativa frustrada do arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, de pacificar o protesto e evitar a manifestação. O religioso havia informado que, se a categoria não saísse em protesto, mediaria uma reunião com desembargador Sílvio de Arruda Beltrão, que julgou a greve ilegal na última semana e autorizou o uso da força militar para coibir o movimento. O magistrado havia dito que não abriria mão da proibição da manifestação, mas aceitaria conversar com os policiais e com dom Saburido nesta quinta, às 10h, na sede do bispado. No entanto, em assembleia na frente do Instituto de Criminalística, o grupo decidiu manter a manifestação.

Os homens saíram em passeata pela Rua Odorico Mendes, passaram pela Avenida Agamenon Magalhães em direção a sede do governo do estado, no Centro de Convenções. Agentes da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) e do Batalhão de Polícia de Trânsito acompanharam o trajeto que não registrou violência.

Fonte: http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/vida-urbana/2012/08/01/interna_vidaurbana,388531/policiais-civis-decidem-manter-a-greve-e-anunciam-rodizios-nas-delegacias-de-plantao.shtml

quarta-feira, 01 de agosto de 2012

Volta às aulas coloca 200 mil carros a mais no Recife

Volta às aulas coloca 200 mil carros a mais no Recife Com frota ainda maior, a cidade deverá enfrentar congestionamentos pesados no início e no fim do dia

Avenida Rui Barbosa é um dos pontos críticos. Blenda Souto Maior/DP/D.A Press  
Avenida Rui Barbosa é um dos pontos críticos. Blenda Souto Maior/DP/D.A Press

Esta quarta-feira é dia de volta às aulas e também do inferno dos engarrafamentos. Segundo a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), cerca de 200 mil veículos devem ser acrescidos à frota do Recife, motivados pelo retorno do semestre escolar.

As áreas mais críticas deverão ser os arredores das escolas de médio e grande porte da cidade, como a Avenida Rui Barbosa, na Zona Norte, a Rua Dom Bosco, no Centro, e as ruas Padre Carapuceiro e Bernardino Pessoa, em Boa Viagem.

Os horários de pico serão entre 6h30 e 8h, 11h30 às 13h e a partir das 17h30. No entanto, os engarrafamentos de maior proporção deverão acontecer no início da manhã e da noite por conta da coincidência com os horários de trabalho da maioria da população.

Para evitar os engarrafamentos, a CTTU recomenda que os motoristas otimizem o uso do carro, tentando aproveitá-lo para as necessidades de toda a família, saiam mais cedo de casa e procurem rotas alternativas, evitando as vias das grandes escolas.

Trinta agentes de trânsito estarão nos arredores das principais escolas para punir quem infringir as leis de trânsito. Parar em fila dupla e em local proibido são os erros mais comuns cometidos pelos motoristas que deixam alunos nos colégios.

Fonte: http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/vida-urbana/2012/07/31/interna_vidaurbana,388332/volta-as-aulas-coloca-200-mil-carros-a-mais-no-recife.shtml

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Saiba como reequilibrar o orçamento na volta das férias

Saiba como reequilibrar o orçamento na volta das fériasViajou em julho e gastou o que podia e mais um pouco? Calma: antes do que você pensa, é possível recuperar as finanças e deixar a conta no azul
O auditor do tesouro municipal Diógenes Oliveira, 40, chega a planejar as férias com até dez meses de antecedência (Ricardo Fernandes/DP/D.A Press)  
O auditor do tesouro municipal Diógenes Oliveira, 40, chega a planejar as férias com até dez meses de antecedência
Ao entrar de férias, muita gente acaba exagerando nos gastos, seja por meio de visitas a bares e restaurantes ou, nos casos mais graves, em razão daquela viagem que foi feita sem o devido planejamento. Com a chegada da fatura, são muitas as dúvidas sobre como reequilibrar o orçamento. Mas, para o alívio geral, é possível amenizar o quanto antes o impacto das férias no bolso — e se prevenir do alerta vermelho nos próximos recessos.

Para o economista Luiz Maia, professor da UFRPE, do IBMEC/City Business School e coautor do blogEducação de Bolso, quem exagerou nos gastos nestas férias deve, primeiramente, fazer um levantamento das prestações que contratou. “O mais importante é detectar o quanto precisará pagar nos próximos meses em razão dos excessos cometidos. Esse valor deve ser reservado e não pode ser gasto em hipótese alguma, devendo ser destinado unicamente ao pagamento da prestação”, avisa.

O professor lembra que, para compensar o que foi gasto, é preciso ter consciência de que o período pós-férias é de contenção de despesas. “Não devemos achar que dispomos do mesmo valor mensal. É prudente reduzir o número de saídas para restaurantes e passar a levar refeições prontas de casa para o trabalho, por exemplo. Pequenos gestos fazem grandes diferenças ao bolso”, recomenda. Ainda segundo ele, a educação financeira se faz essencial no momento de “apertar o cinto”. Identificar gestos de desperdício e reduzi-los significa dar sequência ao plano de equilíbrio do orçamento. 

E, para as próximas férias, a dica é se planejar, assim como faz o auditor do tesouro municipal Diógenes Oliveira, 40. Ele, que hoje realiza grandes viagens a cada seis meses, tenta pagar de forma antecipada o máximo que puder. “Já cheguei a me organizar dez meses antes de viajar. Um planejamento efetivo faz com que os custos diminuam, tendo em vista os preços reduzidos das  passagens de avião e dos hotéis. O único risco é a possibilidade de precisar adiar a viagem, o que nunca me aconteceu”, relata Diógenes.

O auditor conta ainda que, antes de viajar, busca comprar os bilhetes para passeios, dentre outros atrativos. Ele, que prefere não contratar serviços por meio de agências de viagem, acaba sendo o responsável por todo o planejamento. “Entro na internet para pesquisar voos e hotéis mais baratos. Essa busca efetiva acaba sendo uma forma de evitar determinados gastos que não julgo necessários, em prol da viagem.”

E essa é a recomendação do professor Luiz Maia. De acordo com ele, o ideal é começar a poupar mensalmente determinada quantia pelo menos quatro meses antes de entrar de férias. Dessa forma, o consumidor reserva para os momentos de recesso uma quantia garantida, o que diminui — ou até mesmo evita — as dívidas na volta ao trabalho. “A ideia é suavizar os fluxos de consumo”, finaliza Maia.

 (Fábio Cortez/DN/D.A Press)  
Passo a passo para não se endividar:

O cheque especial é um meio perigoso de se render às oportunidades de consumo. Lembre-se: quem entra no cheque especial precisa ter um plano de saída;

A pior forma de se contrair dívidas é por meio dos juros rotativos do cartão de crédito. Quando o valor de uma parcela não é pago totalmente, a conta se torna uma bola de neve;

Contraiu altas prestações por causa das férias? O plano de emergência é o corte do uso do cartão de crédito e a contenção dos gastos;

Fica a dica: é melhor pagar uma dívida maior em um menor espaço de tempo. Se a parcela é de R$ 1 mil e você só tem R$ 600, não opte por pagar apenas o que tem: o ideal é completar o valor contraindo um empréstimo. Nesse caso, a taxa do empréstimo deve pesar menos do que os juros rotativos do cartão de crédito, caso fosse pago apenas os R$ 600. Procure recorrer, primeiramente, a familiares; 

Estourou todos os limites? Agora é a hora de buscar formas alternativas de aumentar a renda, além de procurar renegociar a dívida.

Fonte: http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/economia/2012/07/29/internas_economia,387769/saiba-como-reequilibrar-o-orcamento-na-volta-das-ferias.shtml

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Balanço do PAC prevê lançamento do Zumbi dos Palmares para outubro

Balanço do PAC prevê lançamento do Zumbi dos Palmares para outubroRelatório classifica o andamento do projeto de construção de dez navios petroleiros no Estaleiro Atlântico Sul com o selo amarelo, de "atenção"

 

Relatório prevê para até 31 de outubro o lançamento ao mar do segundo navio do EAS, o Zumbi dos Palmares (Teresa Maia/DP/D.A Press)  
Relatório prevê para até 31 de outubro o lançamento ao mar do segundo navio do EAS, o Zumbi dos Palmares
Como já era de se esperar, a construção do lote de dez petroleiros pelo Estaleiro Atlântico Sul (EAS), em Suape, ganhou o selo de "Atenção" no 4º balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), divulgado nesta quinta-feira (26). O relatório observa que apenas 41% do lote foram realizados até abril, menciona a entrega do navio João Cândido, em 25 de maio (com quase dois anos de atraso), e prevê para até 31 de outubro o lançamento ao mar do segundo navio, o Zumbi dos Palmares.

A conclusão dos dez navios desse lote está prevista para agosto de 2015. Até 2010, a Petrobras já investiu R$ 464,3 milhões no projeto e prevê desembolsar mais R$ 2,7 bilhões entre 2011 e 2014. O governo coloca como restrição a suspensão do contrato de quatro dos dez petroleiros (da primeira fase do Programa de Modernização e Expansão da Frota da Transpetro), até a definição de um novo parceiro tecnológico. Esse parceiro já foi definido e é a japonesa IHIMU, controlada pela Mitsui. Até 31 de agosto, o EAS terá ainda que apresentar um plano de ação e cronograma confiável de construção, além de um projeto de engenharia que atenda às especificações técnicas contratuais.

Mas, se a situação do Atlântico Sul é de "Atenção", a do Superpesa, no Rio, contratado para construir três navios para transporte de bunker, é tida como "Preocupante", recebendo o selo vermelho. Há um risco de rescisão do contrato por parte do estaleiro, após uma reestruturação feita na empresa. Até 31 de agosto, a Transpetro deverá decidir pela cessão do contrato para outro estaleiro ou pela realização de nova licitação. 

Vale lembrar que, em 2008, o consórcio Rio Naval desistiu de construir cinco navios do tipo Aframax para a Transpetro e a subsidiária da Petrobras transferiu a encomenda para o EAS.

Fonte: http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/economia/2012/07/26/internas_economia,387471/balanco-do-pac-preve-lancamento-do-zumbi-dos-palmares-para-outubro.shtml

1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | Próximo >