Dia de São Jorge reúne milhares de devotos para celebrações em Porto Alegre
- Notícias - O melhor do bairro de Jardim Lindóia, Zona Norte, Porto Alegre, RS

segunda-feira, 24 de abril de 2017
      

Dia de São Jorge reúne milhares de devotos para celebrações em Porto Alegre

Procissão e missa campal mobilizaram fiéis neste domingo (23). Comemoração dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida ocorreu junto à festa.

Neste domingo (23) é celebrado o dia de São Jorge. Milhares de devotos se mobilizaram nas homenagens ao santo guerreiro, como é conhecido entre os fiéis, em uma das festas religiosas mais populares do Rio Grande do Sul e do país.
 
Em Porto Alegre, milhares de pessoas participaram da procissão pela manhã, iniciada às 9h com destino à Igreja São Jorge, situada na Zona Leste da capital gaúcha. Após, foi celebrada uma missa campal debaixo do viaduto da Avenida Bento Gonçalves, ao lado da paróquia.
 
Segundo a Brigada Militar, a procissão reuniu 15 mil participantes. Já a organização estima a participação de mais de 70 mil pessoas.
 
A publicitária Gislaine Rocha Neves é devota há quatro anos, quando conheceu a Capadócia. “Lá eu descobri a verdadeira história de São Jorge e me apaixonei. Porque ele era um guerreiro. Ele se rebelou contra as forças e eu achei isso de uma bravura enorme, por isso eu virei devota”, explica ela. “Eu não pedi muita coisa, eu venho mais para agradecer mesmo”, acrescenta ela.
 
Ao longo do dia, há uma extensa programação na paróquia. Depois da missa campal, os fiéis se reúnem em um almoço de confraternização, além de mais uma missa, celebrada dentro da igreja e com o encerramento e a bênção para os devotos, às 20h.
 
 
Festa tem homenagem a Nossa Senhora Aparecida
 
A comemoração dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, ocorreu junto à festa de São Jorge na capital gaúcha. A imagem dela, vinda diretamente do Santuário Nacional de Aparecida, no interior de São Paulo, acompanhou a figura do santo durante a procissão.
 
As homenagens ao santo guerreiro ocorrem há uma semana. Durante sete dias foram realizadas missas diárias, sempre às 18h, na Igreja São Jorge. Na noite de sexta-feira (21), a celebração foi na Igreja São Judas Tadeu, seguida de uma caminhada luminosa com a imagem do santo guerreiro que percorreu dois quilômetros até a Igreja São Jorge.
 
 
São Jorge
 
Padroeiro dos escoteiros no Brasil, São Jorge é, além de um dos santos mais antigos do culto cristão, muito popular entre os brasileiros. Nascido por volta do século III, na Capadócia, região que atualmente pertence à Turquia, e filho de pais cristãos, Jorge aprendeu a crer em Jesus Cristo como o seu único Salvador.
 
A Igreja Católica reconhece São Jorge como santo, mas, desde 1969, quando o calendário litúrgico católico foi reformulado, São Jorge não está mais no calendário oficial e universal das comemorações da Igreja.
 
O guerreiro romano, ainda segundo a tradição católica, teria sido perseguido, torturado e decapitado no início do século 4, por se negar a fazer sacrifícios aos deuses. Ele foi degolado no dia 23 de abril de 303.
 
 

 

 

Zero Hora

Últimas notícias

Carregando...