Dicas da Língua Portuguesa - O melhor do bairro de pontal, Pontal, SP

RENATA CARONE SBORGIA é graduada em Direito e Letras, Mestra USP em Psicologia Social, Especialista em Língua Portuguesa, Pós graduada pela PUC/SP e FGV/RJ com MBA em Direito e Gestão Educacional, Membro Imortal da Academia de Educação, Docente, Educadora, Pesquisadora (USP), Escritora com livros publicados como a Gramática Português Sem Segredos (coautoria), Madras Editora e vários livros. Escreve artigos, colunas em Jornais e Revistas impressos e na internet sobre a Língua Portuguesa, Educação, Tabagismo e Enxaqueca;

A Renata Carone Sborgia, escreve uma matéria mensalmente para o nosso site.

 

O Melhor da Língua Portuguesa no O Melhor do Bairro de Ribeirão Preto, Sp, O Melhor do Bairro de Sertãozinho, Sp e O Melhor do Bairro de Pontal. Sp.

Por RENATA CARONE SBORGIA

 

MATÉRIA PORTUGUÊS - JUNHO/2015

por Renata Carone Sborgia

Extravagante é ter o coração aconchegante. Ousadia é deixar o amor acontecer. Sensualidade é degustar o cenário, ao acaso, com a lua e a estrela, numa, noite, sentirem o aroma no ar. O resto??? A imaginação é criativa o suficiente para os desejos. ----- trecho/crônica/Renata Carone Sborgia

 

1)    Maria não “pára” de chorar.

     Com a grafia escrita de forma incorreta ( segundo o Novo Acordo Ortográfico) continuará chorando!!!

O correto é: para

Regra fácil: Segundo a Nova Grafia, não se acentuam mais certos substantivos e formas verbais para distingui-los graficamente de outras palavras como o pára(verbo) do para(preposição). Use-se o para.

Ex.: Vou para (preposição) casa.

       Ela não pára (verbo) de falar.

 

2)    O computador queimou. O “pára-raios” não funcionou no momento oportuno.

    Com a grafia incorreta... não funcionaria mesmo!!!

     O correto é: para-raios (sem acento no para)

 

 

 Regra fácil: Aplica-se também as palavras compostas esta regra, conforme a Nova grafia: não se acentuam mais certos substantivos e formas verbais para distingui-los graficamente de outras palavras como o pára(verbo) dopara(preposição). Use-se o para.

Ex.: para-brisa, para-raios

 

3)    Pedro “pode” participar da corrida realizada na rua ontem.

   Pedro terá que “correr” com os estudos também da Nova Grafia!!!

  O correto é: pôde

Regra fácil:  A Nova Grafia não alterou os acentos do verbo PÔR e da forma do pretérito perfeito(passado) dopôde.

OBS.: Permanece o acento diferencial em pôde/podePôde é a forma do passado do verbo poder (pretérito perfeito do indicativo), na 3ª pessoa do singular. Pode é a forma do presente do indicativo, na 3ª pessoa do singular.


Exemplo: Ontem, ele não pôde sair mais cedo, mas hoje ele pode.

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:

...não me importo com a escolha do credo, se está com patuá, se preferiu ofertar flores para Iemanjá. Não me importo com qual religião que tu estás, amigo. Não se importe com a minha. Tenho uma maneira peculiar de crer: preciso ficar desnudada, liberta e num silêncio meu. Só assim consegui me encontrar com a fé, com o meu credo, com o que me deixa em pé para prosseguir a caminhada com foco ou após os desfocos que a vida nos dá sem nos avisar. Foi assim: acreditei em todas as fés. E digo mais sobre a minha: tocou o meu coração, me deu força para continuar na alegria ou tristeza. Fiz a minha religião para prosseguir com o sorriso--em primeira instância porque me faz bem---que possa chegar no próximo sutilmente...e tocá-lo. Foi assim, meu amigo, uma maneira doce de ouvir e ficar todos os dias da jornada com Deus. --- trecho/crônica/publicada/Renata Carone Sborgia

 

 

   

MATÉRIA MAIO/2015

por Renata Carone Sborgia

 

                    ... viver me dá uma nostalgia. Às vezes, meu amigo, opto pela saudade... é mais seguro o sentimento porque posso aprisioná-lo em portas-retratos. Livro : Trechos Tecidos com Palavras... Sentimentos...Afins...Sem Fim... Madras Editora—Renata Carone Sborgia

 

 

1)    Vai tirar uma “ fotinha” do evento?

      Cuidado, prezado leitor, não conseguirá com a expressão incorreta!!!

    O correto é: fotinho

     Regra fácil:  o sufixo inho mantém o ou o o da expressão primitiva, independentemente, se o gênero for masculino ou feminino.

  Ex.: Foto( expressão primitiva)--- fotinho

       Poema (expressão primitiva)---poeminha

      Tribo (expressão primitiva)---tribinho

      Samba (expressão primitiva)---sambinha

 

2)    Maria irá à “estréia” da peça.

      Com a nova grafia incorreta....não irá!!!

     Regra fácil:  Segundo O Novo Acordo Ortográfico, não se usa mais o acento dos ditongos abertos “eu” “oi” das palavras paroxítonas.

OBS.:  esta regra não vale para as oxítonas .

Ex.: corretos  --- papéis, troféus...

3)     Quem vai “vim” ???

        Ninguém com a expressão incorreta!!!

       O correto é: vir

         vir ou vim---Quando usar corretamente:

         Regra fácil:   vim é o verbo no passado para a 1 pessoa do singular (eu).

    Ex.: corretos:

         Eu vim ontem aqui.

         Eu vim neste escritório na semana passada.

 Vim é do mesmo tempo verbal que FUI. Ambos usados no passado.

  “substituir” fui  no local do  vim  e veja:

    Quem vai vim?—incorreto       Quem vai vir?---correto

  Ninguém diz você pode fui”, também não deve dizer “ você pode vim “ porque o você não é 1 pessoa do singular(eu).

 

O correto é: Você pode vir!!!

 

PARA VOCÊ PENSAR:

     ...é envolvimento físico sim. Corpos se entrelaçam e calam palavras. Escorre amor. Bocas se deslizam... Agora nada há para reivindicar. Sem protestos. Sem manifestações. Entre nós??? Cabe muito amor neste rola e enrosca, querido. Saiba do dito: é envolvimento físico...muito bem sentido e com amor envolvido.--- RENATA  CARONE SBORGIA—autora—trecho protegido pela Lei dos Direitos Autorais 9610/98        

 

MATÉRIA PORTUGUÊS—ABRIL/2015

por RENATA CARONE SBORGIA

 

   ...sem pressa, meu amor. Os corações já se pousaram... se encaixaram. Livro: trechos Tecidos com Palavras... Sentimentos... Afins... Sem Fim... Madras Editora, Renata Carone Sborgia

 

 

1)    Foram jantar: sentaram “na mesa” reservada com os requintes de uma noite à luz de velas!!!

Com a expressão incorreta... noite sem requintes, prezado leitor.

 

O correto é: sentar à mesa.

  Dica fácil: "sentar-me na mesa" é sentar literalmente em cima da mesa, sentar-se sobre, sentar-se em cima da mesa (e não na cadeira).  "sentar-me à mesa" significa se sentar próximo à mesa (ou seja: na cadeira). Este verbo é pronominal, assim sendo, diga sempre “sentar-se” e não sentar.

 

É importante observar que "sentar-se à mesa" tem hífen, que se transforma em "ao". Ex.: se ao invés de "mesa" usarmos alguma palavra masculina teremos: "sentar-se ao balcão".

 

2)    Ele a cada dia tem tarefas para fazer, “mais” nunca se cansa do trabalho.

        Precisa acrescentar na tarefa: estudar a diferença entre mais mas.

       MAS: indica oposição.

      MAIS: indica quantidade.

 Ex. correto:  Ele a cada dia tem mais tarefas para fazer, mas nunca se cansa do seu trabalho.

 

3)    Maria tem a casa “enfrente” a um cinema.

       Maria enfrente a expressão correta!!!

     O correto é: em frente.

     Dica fácil: em frente--- algo frontal

                         Enfrente--- forma verbal do verbo enfrentar

                        Ex.: Enfrente seus medos!!!

 

PARA VOCÊ PENSAR:

      ....amigo é assim. Precisamos de um minuto de silêncio em vida. Precisamos do enterro em vida. Enterrar culpas, histórias mal redigidas, escolhas indevidas, saudades que nos atormentam sem fundamentos...fantasmas que rodopiam nosso pensamento... tudo precisa de um minuto de silêncio e um ritual para este cerimonial: enterro. Sem medo, amigo, de sair da tal zona de conforto( ou desconforto???) e mudar. Esta conversa entre mim e mim basta. Dói. Mas diga aí... quem quer se tornar melhor precisa rasgar-se, limpar-se, purificar-se, enterrar tudo aquilo que nada contra a nossa maré. E depois desse ritual... a capacidade de reerguer-se é que me mostra como está a minha força interior. Estou em pé. Ereta e renascida. Amigo é assim.- RENATA  CARONE SBORGIA—autora—trecho protegido pela Lei dos Direitos Autorais 9610/98

 

 

Português—matéria março 2015

Por Renata Carone Sborgia

 

...e naquele silêncio entre corpos encaixados lançou a pergunta fatal: Qual o meu melhor sentimento? O nu. ---Renata Carone Sborgia—Livro:  Trechos Tecidos com Palavras... Sentimentos...Afins...Sem Fim... Madras Editora

 

 

1)    Maria sempre está envolvida com trabalhos “ beneficiente”.

Maria precisa também se envolver com a Língua Portuguesa!!!

O correto é : beneficente.

Alguns exemplos:

Correto--- Anseio     Errado---Anceio

Correto--- Cabeleireiro   Errado---Cabeleleiro

Correto--- Empecilho     Errado---Impecilho

Correto--- Iogurte         Errado--- Iorgute

Correto--- Sobrancelha     Errado--- Sombrancelha

 

2)    Ela  é “ pão-dura”!!!

        Não é verdade com a escrita incorreta!!!

        O correto: pão-duro ( usar o hífen e no plural: pães-duros)

       Regra fácil: duro concorda com a palavra pão.

 

3)      A casa é “germinada”???

     Com certeza não!!!

    O correto é: geminada

  Regra fácil: A casa vem “coladinha” em outra. A casa é geminada. A palavra vem de gêmeos.

O que germina é semente.

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

    Se viramos??? Se viramos menina, namorada, mãe, amante, ficante... Se viramos artistas, escritoras, pintoras, narradoras de histórias, protagonistas, vítimas, vilãs... Se viramos nos caminhos andados no ora com passos bem dados no ora tropeçados... Se viramos santas, doidas, onças, gatas... Se viramos a mesa, o jogo, um soco, a página da vida... Se viramos profissionais, guerreiras do dia a dia, na saúde, tristeza, doença e alegria... Se viramos??? Viramos sim a nossa vida do avesso, as outras, os amores, sabores, dissabores... Sempre viramos pela nossa essência fatal de mulher seja o qualquer que vier. Onde está este tal instinto feminino??? No DNA. Vira??? Se vira sempre. Meu amigo o instinto é feminino, marcado com carinho, querido, sentido e amado... e se vira... Sim: vira e gira.   RENATA CARONE SBORGIA—publicado e protegido pela Lei dos Direitos Autorais 9.610/98

 

MATÉRIA PORTUGUÊS/FEVEREIRO 2015

 por Renata  Carone  Sborgia

 

 

“... não basta me completar, querido. Tem que transbordar.”

      Renata Carone Sborgia- Livro: Trechos Tecidos com Palavras...

      Sentimentos...Afins...Sem Fim... Madras Editora

 

 

 

1)    Maria queria “advinhar” o que estava dentro daquela caixa!!!

 

...com o erro de grafia, dificilmente, adivinhará!!!

 

O correto é : adivinhar

 

 

2)    Sobre pronúncia das palavras...

 

Ortoépia: trata da pronúncia correta das palavras.

Cacoépia: trata da pronúncia incorreta das palavras.

 

Exemplos:        Correto:    Advogado

                           Incorreto:  Adevogado

 

 

                         Correto:  Empecilho

                          Incorreto:  Impecilho

 

 

                         Correto: Privilégio

                         Incorreto: Previlégio     

 

3)    Pedro entregou o currículo “ em mão”.

 

              Entregou corretamente!!!

 

       Obs.:  Atualmente, alguns dicionários aceitam as duas formas.

        Isto é, tanto no singular quanto no plural.

        Ex.:   Entregou a carta em mão.

                  Entregou a carta em mãos.

 

   A expressão é usada para indicar que a carta ou outro documento enviado a alguém é, ou deve ser, entregue ao destinatário por um mensageiro particular e não através do correio.

 

 

PARA  VOCÊ  PENSAR:

 

“Sempre que houver silêncio à sua volta, ouça-o.

Isso significa apenas percebê-lo.

Ouvir o silêncio desperta a dimensão de calma que já existe dentro de você, porque é só através da calma que se pode perceber o silêncio.

Nesses momentos você se liberta de milhares de anos de condicionamento humano coletivo”  Eckhart Tolle

 

 

 

 

MATÉRIA PORTUGUÊS/ JANEIRO/2015

Por RENATA CARONE SBORGIA

 

 

... tem dias em que queremos ir...andar...procurar o sorriso para não chorar. Tem dias, meu querido, em que sou fatal no amor pudico. Se alguém perguntar por nós??? Diga que voltaremos um dia qualquer...depois de muito amar, querer e desejar. Renata Carone Sborgia, Livro: Trechos Tecidos com Palavras...Sentimentos...Afins...Sem Fim... Madras Editora

 

 

 

 

1)    Eles “” aguentaram” o calor naquele mar “”tranquilo”!!!

 

... ficamos também tranquilos, queridos leitores, com a grafia escrita correta!!!

 

Regra Fácil: Conforme o Novo Acordo Ortográfico-5 edição---Não existe mais o trema em Língua Portuguesa. Apenas em casos de nomes próprios e seus derivados, por exemplo: Müller, mülleriano ...

 

2)    Maria estava organizando os “papeis”  em cima da mesa.

 

Maria precisa organizar o estudo sobre a Nova Grafia!!!

 

O correto é: papéis ( com acento)

 

Regra Fácil:  O Novo Acordo Ortográfico-5 edição---NÃO ALTEROU A REGRA: nos ditongos abertos( ei,oi) de palavras oxítonas e monossílabas( no singular ou no plural), assim o acento grave continua.

 

3)    “ Assembléia” foi marcada, pelos dirigentes,  para o próximo mês.

 

... acredito que antes da “ Assembleia” os dirigentes estudem a Nova Grafia!!!

 

O correto é: ASSEMBLEIA( sem acento)

Regra Fácil: Conforme o Novo Acordo Ortográfico—5 edição—

Ditongos abertos (ei, oi) não são mais acentuados em palavras paroxítonas (uma palavra paroxítona é um vocábulo cujo acento tônico está na penúltima sílaba).

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

“Se não conheço os mapas, 
escolho o imprevisto: 
qualquer sinal é um bom presságio.”

Lya Luft

 

 

 

 

 

 

MATÉRIA PORTUGUÊS/ DEZEMBRO 2014 

Por Renata Carone Sborgia 

 

 

 

...e a noite vem sim...silenciosamente, tocando aqueles corações que estão mais atentos para o cenário onde a Lua na espreita enamora uma estrela...onde o dia traz o Sol mirando com um raio corações. Livro: Trechos Tecidos com Palavras... Sentimentos...Afins...Sem Fim... Madras, Editora—Renata Carone Sborgia 

 

 

 

 

 

  1. O piloto aterrisou”  de forma bela o avião e sem problemas!!! 

 

Parabéns!!! Porém, cuidado com a expressão que escrita de forma incorreta tem problemas!!! 

 

O correto é:  aterrissar---com SS 

 

OBS.:  A melhor grafia é “aterrissar”” , com dois “S”. 

A forma aterrizar, com “Z”,  apesar de dicionarizada, não é recomendada por manuais e autores da norma culta. 

Tanto que os dicionários e o Vocabulário Brasileiro de Letras, quando registram o substantivo da família, só consideram “aterrissagem”,  também com dois “S”. 
 
 
 

 

 

 

  1. Maria queria advinhar o que estava dentro da caixa!!! 

 

...difícil , Maria, com a expressão incorreta!!! 

 

O correto é: adivinhar (DI) 

 

 

  1. Ela tem uma expontânedade que surpreende todos os amigos!!! 

 

....e surpreende mais ainda a Língua Portuguesa com o erro da expressão!!! 

 

O correto é:  espontâneo( s)  

O correto é: espontaneidade( CORRETO: NEI) 

 ( errado: espontaNIE dade) 

 

Regra fácilA forma correta de escrita da palavra é espontaneidade. A palavra espontaniedade está errada. Devemos utilizar o substantivo comum feminino espontaneidade sempre que quisermos referir alguma coisa ou alguém que é espontâneo, natural, simples.  
 
A palavra espontaneidade é formada a partir de derivação sufixal, ou seja, é acrescentado um sufixo a uma palavra já existente, alterando o sentido da mesma. Neste caso, temos a palavra espontâneo mais o sufixo –(i)dade.  
 
O sufixo – (i)dade é um sufixo nominal que se junta a um adjetivo para dar origem a um substantivo. Sugere a qualidade ou o estado de algo.  
Exemplos: espontaneidade, felicidade, velocidade, dignidade...  

 

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:  

 

....no final fazemos o balanço: de tudo fica um pouco. Fica um pouco das palavras, do silêncio, das rugas no rosto, do aroma, do riso, do choro, da saudade, do amor que se foi...do toque na alma. Fechemos a cortina do dia com um pouquinho de algo que consegui nos tocar de alguma forma. E que esse pouco possa ser muito para o nosso coração. E assim possamos abrir a cada dia um outro dia...de pouco em pouco. . Livro: Trechos Tecidos com Palavras... Sentimentos...Afins...Sem Fim... Madras, Editora—Renata Carone Sborgia

 

 

 MATÉRIA POTUGUÊS/NOVEMBRO/2014 

Por Renata Carone Sborgia 

 

 

  ...e a cada dia que levanto curvo-me frente a Deus. Agradeço-o. Renovo meu contrato de vida. Livro: Trechos Tecidos com Palavras... Sentimentos... Afins... Sem Fim... Madras, Editora—Renata Carone Sborgia 

 

 

 

 

 

  1. Maria preparará a deliciosa receita de salada que terá salchicha”!!! 

 

         ... não será tão deliciosa assim, Maria, com o ingrediente escrito errado!!! 

 

O correto é : salsicha 

 

 

 

 

 

 

 

  1. Foi aquele tumulto por causa da largatixa que apareceu  na sala de aula!!! 

 

... e o tumulto continuou com a grafia errada!!! 

 Sem tumultos com a palavra!!! 

 

O correto é:  lagartixa 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  1. “Fazem”  vários dias que Pedro não fala com Maria. 

 

...continuará não falando com o verbo conjugado errado!!! 

 

O correto é: faz 

 

Regra fácil: O Verbo Fazer indicando tempo decorrido( passado) nunca vai para o plural. 

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:  

 

...e foi na curva que a reta entortou-se para o encaixe. E encaixados ouviram suspiros em espiral. Amávamos de forma tortuosa e sinuosa... amávamos numa geometria somente compreendida por nós. Éramos o avesso encaixados. Livro: Trechos Tecidos com Palavras... Sentimentos... Afins... Sem Fim... Madras, Editora—Renata Carone Sborgia                             

 

MATÉRIA PORTUGUÊS OUTUBRO/2014

Por Renata Carone Sborgia

...é, meu amor, aprenda a me ler, ok??? A história está no arrepio e á flor da pele.

Livro: Trechos Tecidos Com Palavras, Sentimentos... Afins... Sem Fim... Madras Editora, Renata Carone Sborgia

 

1)     Maria deixou a bolsa “”emcima””  do balcão. Não a encontrou mais...

Maria encontrará sim, usando a expressão correta!!!

O correto é:  em  cima--- escrita separada

Regra fácil: em cima—escrita separada

                    embaixo--- escrita junta

 

OBS.:  Também existe EM BAIXO--- quando a palavra BAIXO for adjetivo, então ela será uma palavra autônoma.

Exemplos:

Esta parede está decorada em baixo relevo.

Continuarei falando em baixo tom de voz.

Ele sempre se expressa em baixo calão, em baixa linguagem.

2)     Pedro trabalha no famoso “auto-escola” da cidade.

Parabéns pelo emprego, porém para receber as congratulações da Língua Portuguesa precisa escrever correta a expressão!!!

O correto é: autoescola---sem hífen

 

Regra fácil: Segundo a Nova Grafia não se usa mais o hífen para a expressão autoescola. Primeiramente vamos estudar o composto “autoescola”. Observe que ele é formado por “auto+escola”. Chama-se, convencionalmente, o primeiro vocábulo (auto) de primeiro elemento e o segundo (escola) de segundo elemento.

A regra é bem clara: haverá o hífen, nos prefixos gregos ou latinos terminados por vogal (aero-, agro-, ante-, anti-, arqui-, auto-, bio-, contra-, eletro-, entre-, eco-, extra-, geo-, giga-, hidro-, infra-, macro-, mega-, micro-, mini-, multi-, neo-, proto-, pseudo-, pluri-, retro-, sobre-, semi-, supra-, tele-, ultra-, etc.), se o segundo elemento for iniciado por “h” ou pela mesma vogal que termina o primeiro elemento.

Assim, devemos escrever “auto-observação”, visto que o segundo elemento começa com a mesma vogal que termina o primeiro elemento, assim como devemos adotar “anti-herói”, pois o segundo se inicia com “h”.

Observe que em “autoescola” temos o primeiro elemento terminado por uma vogal diferente daquela que inicia o segundo elemento, o que obriga a união das duas palavras. Será um erro, portanto, escrevermos “Auto Escola” ou “Auto-Escola”. O correto é “Autoescola” (ou “autoescola”, dependendo do acompanhamento ou não do nome da escola).

3)        Ela tratou o cliente com um  “geito” muito carinhoso!!!

Agora ela precisa tatar também a Língua Portuguesa com carinho e estudo!!!

O correto é: jeito--- com J

 

PARA VOCÊ PENSAR:

….de tudo eu já fiz o nada ou do nada eu já fiz o tudo. Todos os dias nado na correnteza da vida. Nado contra a vida ou muitas vezes a favor da vida. Nado sem boia. Nado nua. Nado com a alma exposta para poder mergulhar mais no fundo. E assim, meu querido, na água eu lhe conto : Mergulhei na vida...Afoguei o que estava me queimando... Refresquei aquilo que alegra meu coração... Dei braçadas na força da crença... Nadei as 4 modalidades para o desânimo não me afogar...Dei uma ponta naquilo que estava me sufocando....Coloquei no sol os sentimentos que estavam na temperatura morna... E no final???  Me tornei uma nadadora sobrevivente... Hoje sou líquido... Deixo escorrer o melhor de mim... Na água.

 

   RENATA CARONE SBORGIA

 

MATÉRIA PORTUGUÊS- SETEMBRO/2014

por Renata Carone Sborgia

 

 

"Meu coração tem asas, minha razão anda a pé!"

Fernanda Mello

 

1)     Dizem que ele é “anti-social”.

 

Será??!!

 

O correto é: antissocial.

 

Regra fácil: Segundo o Novo Acordo Ortográfico, que entrou em vigor em janeiro de 2009, o hífen é utilizado apenas quando o prefixo termina com a mesma letra que começa a segunda palavra ou quando a segunda palavra começa com h. 
Exemplos: anti-inflamatório, anti-higiênico,… 

Em todas as outras situações, o prefixo é escrito junto à palavra já existente. Salienta-se que nas formações em que o prefixo termina em vogal e a segunda palavra começa com as consoantes r ou s, estas consoantes deverão ser duplicadas. 
Exemplos:  antissocial, antirrugas,…

 

2)     Maria sentiu muito “enjôo”  na gravidez.

 

… mas nada de enjoo com a Nova Grafia!!!

 

O correto é: enjoo---(sem acento)

 

Regra fácil: Segundo a Nova Grafia: Deixaram de existir os acentos circunflexos nos hiatos - uma repetição de vogais que pertencem a sílabas diferentes, como por exemplo: enjoo (as sílabas da palavra são en/jo/o) ---(existem mais casos)

 

3)     Eles não conseguiram “apazigúar” a situção.

 

…com a grafia incorreta ficou difícil  apaziguar!!!

 

O correto é:  apaziguar—(sem acento)

 

Regra fácil:  Segundo a Nova Grafia: as letras U e I tônicas  deixam de ser acentuadas nas sílabas que, qui, gue , gui de verbos como o verbo apaziguar.

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

"PROMESSA - FUTURO

 

Prometo não te ligar

Não escutar aquela música

Não olhar aquela foto

Que eu roubei de você.

Prometo nem mais te amar.

 

Segunda - feira eu começo."

Fernanda Mello

 

MATÉRIA PORTUGUÊS AGOSTO/2014

Por Renata Carone Sborgia

 

 

"Essa é a missão da poesia: Recuperar os pedaços perdidos de nós."

Rubem Alves

 

1) O churrasco será na “chácara” de Pedro!!!

Feliz escolha!!! E mais feliz com a forma correta da escrita!!!

REGRA: Não muda a regra das palavras proparoxítonas.

Todas as proparoxítonas da Língua Portuguesa continuam com acento.

 

2) Eles farão uma “tramóia”???

 

Caso usem a Nova grafia correta: sim!!!

O correto é : tramoia.

Regra fácil: Segundo a Nova Grafia, o acento Agudo:

perdem o acento as PAROXÍTONAS com os ditongos abertos EI e OI.

3) Maria foi visitar o lindo “recém nascido”!!!

Parabéns, Maria!!! Porém, precisa “visitar” as regras da Nova Grafia!!!

O correto é: recém-nascido (com hífen)

Regra fácil: O hífen é mantido com o prefixo “recém”.

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

“É mais fácil amar o retrato. Eu já disse que o que se ama é a ‘cena’. ‘Cena’ é um quadro belo e comovente que existe na alma antes de qualquer experiência amorosa. A busca amorosa é a busca da pessoa que, se achada, irá completar a cena. Antes de te conhecer eu já te amava.... E então, inesperadamente, nos encontramos com rosto que já conhecíamos antes de o conhecer. E somos então possuídos pela certeza absoluta de haver encontrado o que procurávamos. A cena está completa. Estamos apaixonados." Rubem Alves ,in Retratos de Amor

 

 

MATÉRIA PORTUGUÊS-JULHO/2014

 

Por Renata Carone Sborgia

 

 

 

"Simpatizo cada vez mais com quem nos ajuda a remover obstáculos mentais e emocionais, e a viver de forma mais íntegra, simples e sincera." Martha Medeiros

 

 

 

1)    Maria “ acenou a mão”  para o amigo!!!

 

... o amigo , com certeza, não viu!!!

 

O correto é: acenar COM as mãos

 

OBS.:  Ninguém acena “as mãos” , mas com as mãos, com a cabeça, com os olhos...

Ex.correto--- Maria acenou com a mão para o amigo!!!

 

 

2)    Qual o poder da vírgula numa frase, querido leitor???

 

Muitos!!!

Vejamos alguns:

 

a)     A vírgula pode ser uma pausa... ou não

 

Ex.:  Nãoespere.

         Não espere...

 

b)    Pode criar heróis

 

Isso só ele resolve.

Isso só ele resolve.

 

 

 

 

c)     Pode condenar ou salvar

 

            Não tenha clemência!!!

           Nãotenha clemência!!!

 

 

d)    Ela pode sumir com seu dinheiro

 

                  R$ 23,4

                  R$ 2,34

 

e)     A vírgula muda uma opinião

 

Não queremos saber.

Não queremos saber.

 

 

3)    A baixa “ auto-estima” pode ser prejudicial ao seu desenvolvimento no trabalho. Cuidado!!!

 

... tome cuidado com a escrita conforme a Nova Grafia também, prezado leitor!!!

 

Correto: autoestima—sem hífen

 

Obs.: autoestima é a apreciação que uma pessoa faz de si mesma em relação a sua autoconfiança  e seu autorrespeito!!!

 

Regra fácil:  Segundo a Nova Grafia, não se usa o hífen se o prefixo terminar com letra diferente daquela com que se inicia a outra palavra.

 Exemplos.: autoestima, autoconfiança...

 A outra regra sobre o hífen: Segundo a Nova Grafia, se o prefixo terminar por vogal e a outra palavra começar por r ou s, dobram-se essas letras. Ex.: autorrespeito


 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

 

“A gente tem medo do que não conhece. É por isso que temos medo do escuro. Não sabemos o que está lá dentro.”

(...) “ – Transformar-se em árvore? Mas eu sou só uma sementinha, muito pequena. As árvores-mães têm de ser grandes... 
– Se você partir com o vento e tiver coragem para dizer adeus, um dia você será uma árvore. Dentro de cada sementinha está uma árvore adormecida. Da mesma forma como dentro de cada menininha está uma mãe.”

Rubem Alves in O medo da sementinha

 

 

MATÉRIA PORTUGUÊS /JUNHO/2014

por Renata Carone Sborgia

 

"O homem comum é exigente com os outros; o homem superior é exigente consigo mesmo".Marco Aurélio (121-180 DC)

 

 

 

1)   Maria encontrou seu  “ ex marido”. Conversaram sobre os estudos dos filhos...

 

      ...muito salutar!!! Maria precisa conversar também sobre a Nova Grafia.

 

O correto é : ex-marido---com hífen

 

Regra fácil:  o Novo Acordo Ortográfico não alterou algumas regras sobre o hífen. O uso do hífen continua em palavras formadas pelos prefixos “ex”, “vice” e “soto” (posição inferior): ex-marido, vice-presidente, soto-ministro.

 

 

 

2) Pedro fará uma “Pós Graduação”!!!

 

Parabéns!!! E junto com a “Pós-Graduação” terá que estudar a Nova Grafia!!!

 

O correto é: Pós-Graduação—com hífen

 

Regra fácil: Usa-se o hífen: em palavras formadas pelos prefixos “pré”, “pró” e “pós” seguidos de palavras que tem significado próprio. Exemplos corretos: pré-natal, pró-socialismo, pós-graduação...

 

 

3) Que todos tenham um ótimo “ fim-de-semana”!!!

 

      Para ser melhor ainda precisamos conhecer a Nova Grafia!!!

     O correto é:  fim de semana--- sem hífen

 

     Regra fácil: importante esclarecer sobre o tópico: Hífen. Algumas regras foram mantidas outras regras sofreram mudanças.

O hífen foi abolido em locuções de qualquer tipo (substantivas, adjetivas, pronominais, verbais, adverbiais, prepositivas ou conjuncionais). Exemplos corretos:  fim de semana, café com leite, pão de mel, cartão de visita, etc.

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

João Guimarães Rosa | POESIA BRASILEIRA 

O correr da vida embrulha tudo.
A vida é assim: esquenta e esfria, 
aperta e daí afrouxa,
sossega e depois desinquieta.
O que ela quer da gente é coragem
 

 

MATÉRIA PORTUGUÊS –MAIO/2014

por Renata Carone Sborgia

 

 

“A confiança é um ato de fé e esta dispensa raciocínio.” Carlos Drummond de Andrade

 

 

 

1) Maria fez uma “micro-radiografia” na mão.

 

...vamos torcer para que esteja tudo bem o exame, assim como vamos torcer para Maria dominar a Nova Regra Ortográfica!!!

 

O correto é: microrradiografia.

 

Dica fácil: nas formações em que o prefixo (ou falso prefixo) termina em vogal e o segundo termo inicia-se em r ou s. Nesse caso, passa-se a duplicar essas consoantes e não se emprega o hífen.

 

2) Pedro foi ao “auto-escola” renovar a carta de habilitação.

 

...muito bem, Pedro!!! Vamos torcer para dominar a Nova Regra Ortográfica!!!

 

O correto é: autoescola

 

Dica fácil: nas constituições em que o prefixo( ou pseudoprefixo) termina em vogal e o segundo termo inicia-se com vogal diferente—não se emprega o hífen.

 

3) Ficamos “ frente à frente” e felizes!!!

 

... a Língua Portuguesa com sua regra??? Ficou triste!!!

 

O correto é: frente a frente—sem o acento grave

 

Regra fácil: nunca ocorre crase nas expressões formadas por palavras repetidas.

 

 

 

Para Você Pensar:

 

 

 

 

"Amanhã fico triste, Amanhã. Hoje não. Hoje fico alegre. E todos os dias, por mais amargos que sejam, Eu digo: Amanhã fico triste, Hoje não. Para Hoje e todos os outros dias!!!" Encontrado na parede de 1 dormitório de crianças do campo de extermínio nazista de Auschwitz.

 

MATÉRIA PORTUGUÊS/ABRIL/2014

por Renata Carone Sborgia

 

 

"Quem ama extremamente, deixa de viver em si e vive no que ama". PLATÃO

 

 

 

1) Maria é “ bilíngue”!!!

 

Além de ser bilíngue, usou corretamente a grafia nova!!!

O correto é bilíngue. ( sem o trema)

Regra fácil: Segundo a Nova Grafia, não se usa mais o trema(regra geral), mas nada muda na pronúncia das palavras.

 

 

2) O “pêlo” do gato é lindo!!!

 

...porém, o uso incorreto do acento não deixa “linda” a frase!!!

O correto é : pelo.

Regra fácil: Tópico-Acento Diferencial de tonicidade— não se acentuam mais certos substantivos e formas verbais para distingui-los graficamente de outras palavras.

Outro exemplo sem o acento circunflexo com pelo, segundo a Nova grafia: O pelo do gato é bonito.( pelo=substantivo)

Eu pelo a cabeça.( pelo=verbo)

 

3) Vamos deixar “para” ou “pra” depois este assunto???

 

Não, querido leitor!!!

A diferença do uso do para e pra:

Na escrita, exceto em casos especiais(em letras de músicas, poemas, frases de publicidades, cartas pessoais, e-mails...), que dispensam formalidades, deve-se escrever a forma para.

Ex.:

Foram para os Estados Unidos.

Vamos deixar para depois o assunto.

 

Na oralidade, isto é, na fala, a tendência é usar a forma reduzida dessa preposição: pra.

O termo não possui acento, como muitas vezes lemos por aí ( prá-errado), pois temos um monossílabo átono. (só os monossílabolos tônicos são acentuados).

Ex.:---correto num trecho de um e-mail: Este lugar é longe pra burro!!!

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

“-Porque sou inflamável. Eu sou sério. Você já disse isso tudo - Claro que já disse isso tudo. Você não sabe o que quer, E diz que a vida não é suficiente. Então o que é suficiente? Sentir - ou eu morro. O que irá sentir? Chamas. Então vá em frente e queime. Mas a vida não está em chamas. Então morra. Corporeamente? Sim, Petulância." - Diários de Jack Kerouac.

 

MATÉRIA PORTUGUÊS/março 2014

por Renata Carone sborgia

 

 

 

“Não há adeus no idioma das aves.” Mia Couto

 

 

 

1) --Aqui está um “calorzão”!!! Vai pegar fogo!!!

 

...com a grafia incorreta, vai pegar fogo mesmo no Português!!!

O correto é: calorão ( mais usado no Brasil)

Obs.: calor possui outro aumentativo: carrícula—aumentativo sintético regular

Obs.: O VOLP (Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa)não registra o vocábulo “calorzão”.

 

 

2)Maria quebrou o braço.

Precisa usar “ tipóia”.

 

... torcemos para a recuperação de Maria e para a aprendizagem da Nova Grafia correta!!!

O correto é: tipoia—sem acento

Regra fácil: Segundo o Novo Acordo Ortográfico,

 

.

palavras paroxítonas que têm suas sílabas tônicas em ditongos abertos formados por “ei” e “oi” deixam de ser acentuadas em todos os casos. Também perdem o acento palavras paroxítonas com as letras “i” e “u” tônicas quando precedidas ou formando ditongos (duas

vogais em sequência). Assim, vocábulos como “tipóia”, “hemorróidas”, “idéia”, “viúva” e “feiúra” não serão

mais acentuados. Note que “heróico” perde o acento, mas não “herói”, pois o acento nesta está na última sílaba (oxítona), e portanto não é uma paroxítona.

 

 

 

 

3)Pedro jogou “”pólo”” no polo norte”’!!!

 

... será???

O correto é : polo—sem acento.

Regra fácil: Segundo o Novo Acordo Ortográfico,

cai o acento diferencial das palavras “pára/para”, “pêlo/pelo”, “péla/pela”, “pólo/polo”, e “pêra/pera”. {Nota: Dessa regra podem ocasionar frases estranhas como: “Puxei meu cachorro pelo pelo” ou “joguei polo no polo norte”}.

 

Exceção: “fôrma/forma”, que pode ser escrito dos dois jeitos quando for necessário para eliminar ambiguidades ou ocorrências estranhas como as exemplificadas acima. “Essa fôrma tem forma oval”. Caso contrário não deve-se usar o acento.

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

"Um dia tudo muda. Toda beleza se vai. O dinheiro já não tem o mesmo valor... Amigos ficam escassos. Tudo aquilo que conquistamos na juventude já não existe mais. Porém, se conquistou pessoas verdadeiras com amor... Essas permanecerão para sempre e todo o resto valerá a pena."(Kelly Gomes) 

 

MATÉRIA PORTUGUÊS FEVEREIRO/2014 

Por Renata Carone Sborgia 

 

 

 

“Seja bem-vindo, Ano-Novo. Tente ser um ano magro, no sentido de leve, diáfano, onírico. Que seja um ano para se passar de pés descalços, espírito aberto, consciência limpa e sorriso licencioso. Não pese.” Martha Medeiros 
 
 

 

 

  1. A festa das datas do final do ano foi um  “show”!!! 

 

    Tenho certeza!!! 

    Correto: show 

    Regra Nova: Conforme o Novo Acordo Ortográfico, o alfabeto da Língua Portuguesa passa a conter 26 letras a ele, incorporando-se K, W, Y. 

Usadas em casos especiais, como siglas, símbolos, unidades de medidas internacionais e palavras originárias de outras Línguas. 

 

  1. Maria comprou o convite da festa por  “cinquenta” reais. 

 

     Irá à festa!!! 

     Regra Nova: Conforme o Novo Acordo Ortográfico, não se usa mais o trema em palavras da Língua Portuguesa. 

O acento só permanece em nomes próprios e seus derivados de origem estrangeira. 

 

 

 

  1. Pedro perdeu o  “juizo”!!! 

 

     Perdeu também a nova regra ortográfica!!! 

 

    O correto é: juízo 

    Regra fácil: : Conforme o Novo Acordo Ortográfico, devemos acentuar as vogais U dos hiatos quando forem sílabas sozinhas ou com S. 

Ex.:  Ju-í-zo 

        e-go-ís-ta 

Hiato: Quando as vogais se encontram em sílabas diferentes, embora estejam em sequência. 

 

 

PARA VOCÊ PENSAR: 

 

“Estou buscando o equilíbrio, estou tentando afastar o negativo. 
Não tenho espaço pra arquivar desamores, dissabores. 
Não tenho espaço para as dores. 
Deixei um pedaço reservado para o acaso.  
Um espaço pronto para ser usado. 
Mas que seja de sentimentos bons, de sensações envolventes.  
Me anulei para o que cansa, me anulei para a falta de reciprocidade. 
Deixo o espaço aberto, para as boas energias e pra felicidade.” 
 
Sil Guidorizzi

 

MATÉRIA PORTUGUÊS JANEIRO/2014

por RENATA CARONE SBORGIA

 

 

...E a cada dia que levanto curvo-me frente a Deus. Agradeço-o. Renovo o meu contrato de vida. Livro: Entre Trechos e Trechos...Palavras...Sentimentos...afins—All Print Editora—Renata Carone Sborgia

 

 

 

1) Maria comprou uma “mini-saia” branca para usar no Ano Novo!!!

 

...Maria poderia ter comprado uma Gramática revisada com as Novas Regras Ortográficas também!!!

 

O correto é : MINISSAIA( sem o hífen)

 

Regra fácil: Nas formações em que o prefixo (ou falso prefixo) termina em vogal e o segundo termo inicia-se em r ou s : não usar mais o hífen e nesse caso, passa-se a duplicar essas consoantes.

 

 

2) Ele disse que seria necessário requerer o provimento do presente Recurso Extraordinário com a “consequente” alteração da decisão recorrida.

 

...muito bem , porém sem alteração na expressão consequente!!!

 

Está correta a expressão: consequente (sem trema)

 

Regra fácil: Não se usa mais o trema em palavras do português. Quem digita muito textos científicos no computador sabe o quanto dava trabalho escrever linguística, frequência. Permanecerá sim em nomes próprios e seus derivados, de origem estrangeira. Por exemplo, Gisele Bündchen não vai deixar de usar o trema em seu nome, pois é de origem alemã. (neste caso, o “ü” lê-se “i”)

 

 

 

 

 

 

3) O carro dele “para” em toda esquina!!!

 

... e para quem não sabe sobre a diferença do verbo e da preposição??? precisa parar no capítulo sobre as Novas Regras Ortográficas!!!

 

Está correto!!!

 

Regra fácil: Acento diferencial

Não é preciso usar o acento diferencial para distinguir:

1. Para (verbo) de para (preposição)

Exemplos corretos:

O carro dele para em toda esquina. –verbo parar

Estarei voltando para casa daqui a uma hora. ---preposição para

A pronúncia ou categoria gramatical dessas palavras dar-se-á mediante o contexto.

 

Para você Pensar:

 

...têm dias que a gente sente falta de gente.Têm dias que precisamos ser intoxicados por amor.Têm dias que a decepção nos decepciona. Têm dias que suportar está insuportável. Têm dias que as dificuldades estão mais difíceis. Têm dias que queremos estar a sós porque assim podemos abrir a janela das soluções para calendários que têm dias. Livro: Entre Trechos e Trechos...Palavras...Sentimentos...afins—All Print Editora—Renata Carone Sborgia

 

MATÉRIA PORTUGUÊS DEZEMBRO

            Por Renata Carone Sborgia

 

"A fé, abençoada seja ela para todo sempre, além de arredar montanhas do caminho daqueles que do seu poder se beneficiam, é capaz de atrever-se às águas mais torrenciais e sair delas enxuta." José Saramago

 

 


-

 

1)  Pedro ganhou vários “troféis” durante o ano de 2013!!!

 

          ... porém não ganhou o troféu da grafia correta.

 O correto é : troféus.

 Regra fácil: Regra fácil: quando temos uma vogal no final da palavra, acrescentamos  S ( desinência nominal de número).

P.S.: ditongo aberto em palavra oxítona--- continua o acento gráfico, conforme a Nova Grafia.

 

2)  Ele comprou os “anzols” novos para a pescaria.

 

  ... precisa também comprar a gramática com a Nova Grafia.

 O correto é: anzóis.

Regra fácil: Regra fácil: quando temos L no final da palavra precedida de a,e,o,u (al, el, ol,ul) retiramos o L e acrescentamos IS.

 

P.S.: ditongo aberto em palavra oxítona--- continua o acento gráfico, conforme a Nova Grafia.

 

 

3)  A criança usa corretamente a “bóia” na piscina.

 

      ... porém não está com o uso correto na grafia, conforme o Novo Acordo Ortográfico.

Regra fácil: não usar mais o acento agudo, conforme o Novo Acordo Ortográfico para palavras paroxítonas (existem algumas exceções)

 

Para Você Pensar:

 

 

“Respeite a você mais do que aos outros. Respeite suas exigências, respeite mesmo o que é ruim em você – respeite sobretudo o que você imagina que é ruim em você – não queira fazer de você uma pessoa perfeita – não copie uma pessoa ideal, copie você mesma – é esse o único meio de viver.”

Clarice Lispector
In “Correspondências.

 

 

 

 

 

“O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice. 

Colhe, pois, a sabedoria.

Armazena suavidade para o amanhã.”

Leonardo da Vinci 

 

  

 

MATÉRIA PORTUGUÊS NOVEMBRO/2013

                      por Renata Carone Sborgia

 

 

“Nada é eterno. O café esfria, o cigarro apaga, o tempo passa, as pessoas mudam.”

Caio Fernando Abreu 

 

 

1)    Que haja paz em “ nossos corações” !!!

 

    Sempre!!! Porém, desnecessário o uso do pluralismo.

 

    Dica útil: “Nossos corações” é um pluralismo desnecessário. Nós temos um coração!!! Quando dizemos em “nossos corações”  por mais que todos compreendam a mensagem—estamos dizendo que temos mais de um.

O correto é:  Que haja paz em nosso coração!!!

 

 

 

2)    É um erro proporcionar alimentos durantes a gestação na perspectiva do padrão “ econômico financeiro”...

 

...realmente um duplo erro!!!

 

O correto é: econômico-financeiro (com hífen)

 

 

 

3)    A autoridade determinou o valor do “dia multa” para o réu...

 

... precisa determinar um tempo para estudar a Nova Ortografia também!!!

 

O correto é: dia-multa (com hífen)

                     plural: dias-multa (com hífen)

“ De acordo com o Código Penal, o dia-multa é o valor unitário a ser pago pelo réu a cada dia de multa determinado pelos Magistrados.”

 

 

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

            Ausência

“Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.”

Carlos Drummond de Andrade

 

 

 

MATÉRIA PORTUGUÊS OUTUBRO/2013

         por Renata Carone Sborgia

 

 

"Ela queria o prazer do extraordinário que era tão simples de encontrar nas coisas comuns: não era necessário que a coisa fosse extraordinária para que nela se sentisse o extraordinário."

 

- Clarice Lispector

 

 

 

1)    Maria trabalha conforme seu “bel prazer”.

 

      ... e poderia estudar conforme seu bel-prazer  o Novo Acordo Ortográfico!!!

 

  O correto é: bel-prazer ( com hífen)

                        Plural: bel-prazeres (com hífen também)

 

 

 

2)    Pedro está com dificuldades de encontrar  “ mão-de-obra” qualificada para o serviço na empresa.

 

... e também está com dificuldades em relação ao Novo Acordo Ortográfico!!!

 

O correto é: mão de obra (sem hífen)

 

 

3)    Ele pode receber doação sem prejuízo do recolhimento do imposto de transmissão “ inter-vivos”...

 

...terá prejuízo com a Nova grafia!!!

 

O correto é: intervivos (sem hífen)

 

 

 

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

“Nem sempre outubros têm o cheiro da primavera ou uma identidade afetiva, apesar da palavra “outubro” ser toda redondinha”. Nem sempre a despedida definitiva do inverno, sol sem duração. Outubros, meu amor, são dias consecutivos com qualquer coisa que você enfie dentro deles. São semanas com suas luas, desnudas de nuvens ou não. Azuis e cinzas, folhas mortas pelo chão. Um ipê acena ao longe, mas quem viu que ele floriu?

 

“Não adianta estar em outubro, meu amor, lembrando que se foi tão mais feliz em abril.”

 

Marla de Queiroz

 

MATÉRIA PORTUGUÊS –SETEMBRO/2013

  por Renata Carone Sborgia

 

“Eu comecei a enumerar nos dedos quem poderia sentir a minha falta: sobraram dedos.”

— Caio Fernando Abreu.

 

 

1)   Ela quer “se aparecer”.

Com a escrita incorreta... ficará sumida!!!

Correto: Ela quer aparecer.

Dica útil: Existem verbos que podem ser usados com pronomes. Ex.: suicidar-se

Outros, porém, jamais podem ser usados com pronomes como o verbo aparecer. É verbo intransitivo. Não admite voz reflexiva, objetos de espécie alguma.

Não se pode aparecer ninguém e, também, aparecer a si mesmo.

 

2)   Maria confirma invasão “a privacidade”.

 

... não ocorre invasão a lugar algum.

O que é possível acontecer é invasão de algum lugar.

O  correto é: Maria confirma invasão de privacidade.

 

3)   Pedro viajará na “Segunda –feira”.

 

      Com a grafia incorreta... ficará!!!

      O correto é: segunda-feira---letra minúscula e com hífen

Dica útil do Novo Acordo Ortográfico: A forma correta de escrita da palavra é segunda-feira. As palavras segunda feira, escritas sem hífen, estão erradas. Devemos utilizar o substantivo comum feminino segunda-feira sempre que quisermos referir o segundo dia da semana, que fica entre o domingo e a terça-feira. É uma palavra composta por justaposição das palavras: segunda + feira. 
Esta dúvida surge por causa das alterações na hifenização das palavras compostas trazidas pelo Novo Acordo Ortográfico, que entrou em vigor em janeiro de 2009. Segundo este acordo, o hífen se mantém nas palavras compostas por justaposição sem elementos de ligação, cujos elementos formam uma unidade com significado próprio.

Assim, segunda-feira e os restantes dias da semana deverão continuar sendo escritos com hífen, bem como outras palavras como: arco-íris, decreto-lei, ano-luz, guarda-chuva,…

Relativamente aos dias da semana, o Novo Acordo Ortográfico afirma que os mesmos deverão ser escritos com letra minúscula e não com letra maiúscula: segunda-feira, terça-feira, quarta-feira, quinta-feira, sexta-feira,…

 

 

 

 

Para Você Pensar:

 

OS DEGRAUS

Não desças os degraus do sonho
Para não despertar os monstros.
Não subas aos sótãos - onde
Os deuses, por trás das suas máscaras,
Ocultam o próprio enigma.
Não desças, não subas, fica.
O mistério está é na tua vida!
E é um sonho louco este nosso mundo...


Mario Quintana,
in Baú de Espantos

 

MATÉRIA PORTUGUÊS JULHO/2013

Por Renata Carone Sborgia

 

 

 

 

"O olho vê, a lembrança revê e a imaginação transvê. É preciso transver o mundo." Manoel de Barros

 

 

 

 

 

1)   Maria comprou a rara “triologia”  de livros...

 

      ... Maria precisa comprar uma gramática revisada conforme o Novo Acordo Ortográfico e um Dicionário também!!!

O correto é: TRILOGIA.

Triologia(forma incorreta) não existe nos dicionários e no VOLP.

O conjunto de três trabalhos artísticos, geralmente, em literatura ou cinema, conectados, mas que podem ser vistos tanto como trabalho único quanto como três obras individuais denomina-se trilogia.

 

 

 

 

2)   Ele marca os tópicos principais dos textos com “ asteístico”.

 

...a marcação precisa ser com o sinal gráfico correto, bem como com a escrita!!!

O correto é: asterisco (plural: asteriscos)—sinal gráfico

em forma de “estrela” (*)

 

 

 

 

3)   Pedro e Maria estão ligados a trabalhos “beneficientes”.

 

Pedro e Maria precisam tomar o devido cuidado com a escrita e pronúncia de algumas expressões!!!

O correto é: beneficente.

 

 

 

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

“Sempre desprezei as coisas mornas, as coisas que não provocam ódio nem paixão, as coisas definidas como mais ou menos, um filme mais ou menos, um livro mais ou menos. 
Tudo perda de tempo. 
Viver tem que ser perturbador, é preciso que nossos anjos e demônios sejam despertados, e com eles sua raiva, seu orgulho, seu asco, sua adoração ou seu desprezo. 
O que não faz você mover um músculo, o que não faz você estremecer, suar, desatinar, não merece fazer parte da sua biografia.” Martha Medeiros.

MATÉRIA PORTUGUÊS JULHO/2013

Por Renata Carone Sborgia

 

 

 

 

"O olho vê, a lembrança revê e a imaginação transvê. É preciso transver o mundo." Manoel de Barros

 

 

 

 

 

1)   Maria comprou a rara “triologia”  de livros...

 

      ... Maria precisa comprar uma gramática revisada conforme o Novo Acordo Ortográfico e um Dicionário também!!!

O correto é: TRILOGIA.

Triologia(forma incorreta) não existe nos dicionários e no VOLP.

O conjunto de três trabalhos artísticos, geralmente, em literatura ou cinema, conectados, mas que podem ser vistos tanto como trabalho único quanto como três obras individuais denomina-se trilogia.

 

 

 

 

2)   Ele marca os tópicos principais dos textos com “ asteístico”.

 

...a marcação precisa ser com o sinal gráfico correto, bem como com a escrita!!!

O correto é: asterisco (plural: asteriscos)—sinal gráfico

em forma de “estrela” (*)

 

 

 

 

3)   Pedro e Maria estão ligados a trabalhos “beneficientes”.

 

Pedro e Maria precisam tomar o devido cuidado com a escrita e pronúncia de algumas expressões!!!

O correto é: beneficente.

 

 

 

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

“Sempre desprezei as coisas mornas, as coisas que não provocam ódio nem paixão, as coisas definidas como mais ou menos, um filme mais ou menos, um livro mais ou menos. 
Tudo perda de tempo. 
Viver tem que ser perturbador, é preciso que nossos anjos e demônios sejam despertados, e com eles sua raiva, seu orgulho, seu asco, sua adoração ou seu desprezo. 
O que não faz você mover um músculo, o que não faz você estremecer, suar, desatinar, não merece fazer parte da sua biografia.” Martha Medeiros.

 

 

MATÉRIA PORTUGUÊS JUNHO/2013

 por RENATA CARONE SBORGIA

 

 

“ não fosse isso

e era menos

não fosse tanto

e era quase”-- Paulo Leminski

 

 

 

1)    O problema vai ser resolvido “ a nível de” empresa.

 

       Cuidado, prezado amigo leitor, com o uso da expressão “ a nível de ”.

       Na frase acima, “na” ou “pela” empresa são mais exatos e elegantes o uso. Evite a expressão “a nível de”.

 

 

 

 

2)    Maria utiliza muito seu “ mini-dicionário”.

 

...precisa utilizar a gramática também e a Nova grafia!!!

O correto é: minidicionário—sem hífen

 

 

Regra fácil: Segundo o Nova Ortografia, as palavras formadas pelo prefixo mini apresentam hífen nos seguintes casos:

 

1)    diante de palavra iniciada por H

Ex.: mini-hotel

 

2)    quando a segunda palavra se inicia com a letra I --- a mesma letra com que o prefixo mini termina

Ex.: mini-instrumento

 

Fora isso, as palavras formadas pelo prefixo mini não apresentam hífen.

 

 

Obs.:  se a segunda palavra começar por ou s , dobram-se essas letras.

Ex.: minissaia

 

 

 

 

3)    Pedro é um funcionário “bem-visto”.

 

Parabéns duplamente: Pedro e a grafia correta!!!

 

Regra fácil:  emprega-se o hífen nos compostos co os advérbios bem mal, quando esses formam com o elemento que lhes segue uma unidade sintagmática e semântica e tal elemento começa por vogal ou h.

No entanto, o advérbio bem, ao contrário de mal, pode não se aglutinar com palavras começadas com consoante.

O correto é: bem-visto—com hífen

                   Plural: bem-vistos –com hífen

 

 

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

                     Soneto do amigo

Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado
Com olhos que contêm o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...

Vinicius de Moraes

 

 

MATÉRIA PORTUGUÊS MAIO/2013.

             Por RENATA CARONE SBORGIA

 

 

 

“ O conhecimento fala,

mas a sabedoria escuta.”

J.Hendrix

 

 

 

1)    Se Maria “dispor” de tempo...

 

     Hum...Maria precisa de tempo para estudar o Português!!!

    O correto é: dispuser.

   Regra fácil: não se conjuga a forma regular dos verbos derivados de ter, vir pôr.

 

 

 

 

2)    Pedro fará um “mini-curso” de Português.

 

       ...e com urgência!!!

      O correto é: minicurso—sem hífen

 

   Regra fácil: Segundo a Nova Ortografia, as palavras formadas pelo prefixo mini apresentam hífen nos seguintes casos:

 

1)    diante de palavra iniciada por H

Ex.: mini-hotel

 

2)    quando a segunda palavra se inicia com a letra I --- a mesma letra com que o prefixo mini termina

Ex.: mini-instrumento

 

Fora isso, as palavras formadas pelo prefixo mini não apresentam hífen.

 

Obs.:  se a segunda palavra começar por ou s , dobram-se essas letras.

Ex.: minissaia

 

 

 

3)    --- Quantas letras passa a ter o nosso alfabeto???

 

Segunda a Nova Grafia, passa a ter 26 letras, com reinteração oficial do K,W Y, que nunca deixaram de ser usados.

 

Curiosidade: As letras K,W,Y são consideradas consoantes ou vogais???

 

 

 

1)    O Y é uma vogal, já que foi traduzido do alfabeto grego como e mantém esse som nas palavras em que é usado, como em ioga. Quando aportuguesada, a palavra originalmente grafada com y passa a ser grafada com i---como em iene, moeda japonesa

 

2)    O corresponde, em português, ao som do ou QU—como vemos em Kuait,sendo considerado consoante

 

3)    Já o W deve ser empregado de acordo com sua pronúncia na língua original, istoé, ora com som de u, quando de origem inglesa (caso de web). Com isso, a letra W é considerada consoante ou vogal, conforme o uso

 

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

                ''A desconhecida''

(Cecília Meireles)

 

Um dia te falarão dessa pessoa triste,

contarão com outras palavras

fatos muito menores

de pequena amargura

e lamentarão o que inexplicavelmente aconteceu.

 

 

Se acaso tua memória estiver límpida,

nela verás teu gesto,

nela ouvirás tua voz

e em teu silencio esclarecido

pensarás que houve fatos maiores,

amarguras imensas,

insuportáveis agravos

acontecidos – e além de qualquer lagrima –

diante dessa pessoa triste.

 

 

Mas pode ser que ninguém fale.

Mas pode ser que a tua memória não esteja límpida.

 

 

E certamente já não haverá ninguém mais triste.

Certamente.

 

 

1961

 

 

 

Cecília Meireles

In: Poesia Completa

Dispersos (1918-1964)

 

MATÉRIA ABRIL DE 2013

                Por Renata Carone Sborgia

 

 

“Há livros escritos para evitar espaços vazios na estante.”

 

Carlos Drummond de Andrade

 

 

 

 

1)    Eles “relêem”  os livros que mais gostam nas férias.

 

      ... precisam ler e/ou reler também a Nova Ortografia agora!!!

 

O correto é:  releem-sem acento circunflexo

 

Regra nova:  Segundo o Novo Acordo Ortográfico, não existe mais acento circunflexo nas formas verbais paroxítonas que possuem o “e” tônico fechado em hiato(hiato= sequência de vogais pertencentes a sílabas diferentes)  na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo ou do subjuntivo. Isso ocorre com alguns verbos como o verbo reler ( e verbo ler e seus derivados).

 

 

2)    Maria disse:

-- Aquele alimento é muito “protéico” para meu regime.

 

...Maria precisa continuar o regime com a leitura da Nova Grafia!!!

 

O correto é: proteico—sem acento agudo

 

Regra Nova: Nas palavras paroxítonas, ou seja, nos vocábulos cuja tonicidade recai na penúltima sílaba, os ditongos abertos ei oi que eram acentuados, não são mais. Este fato é justificado na existência de oscilação entre a abertura e fechamento na articulação destas palavras. Assim, alguns termos que hoje se escrevem de um jeito, tomam novos formatos ortográficos, como:  proteico. Já outros, continuam como são: cadeia, cheia, apoio, baleia, dezoito, etc.

 

 

 

 

Relembrando: ditongo e hiato-- O primeiro é o encontro de uma vogal + uma semivogal ou vice-versa, sendo estas pronunciadas na mesma sílaba. Já o segundo é a sequência de vogais pertencentes a sílabas diferentes

 

 

3)    --  As aulas não “acabou” ??? perguntou Maria.

 

       ...com o erro de concordância verbal nunca acabarão!!!

 

    O correto é: As aulas não acabaram.

 

   Dica correta para o verbo Acabar:  o sujeito do verbo Acabar vem posposto, o que engana o leitor,concordando erroneamente.

A regra correta é: o verbo Acabar deve concordar com o sujeito em número e pessoa.

Ex.:  Acabaram  as aulas ( errado:  As aulas não acabou)

         As férias acabaram ( errado: Não acabou as férias)

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

  “ entre mim e o meu silêncio há gritos de cores estrondosas

      e magias recortadas dos sonhos que acontecem naturalmente

       eu sou a cama onde me deito,todas as noites diferentes.”

 

José Luís Peixoto, poeta português, em Arte Poética, do livro A Criança em Ruínas(Quetzal)

__________________________________________________________________________________

 

MATÉRIA PORTUGUÊS MARÇO 2013

 

                         Por Renata Carone Sborgia

 

 

“Quem ouve música, sente sua solidão povoada de repente.”

[Robert Browning]

 

 

1)   Pedro e Maria “ têm” livros interessantes.

 

      ...muito interessante a grafia correta do verbo ter, prezado leitor!!!

    

      O Novo Acordo Ortográfico não modificou a acentuação dos verbos ter vir e seus derivados.

 

Corretos: eles têm, eles vêm

 

 

 

2)   Maria comprou um novo “microondas”.

 

 

     ... para o Novo Acordo Ortográfico é velho!!!

    

   O correto é: micro-ondas (com hífen)

 

Regra fácil da Nova Grafia: nas formações em que o prefixo termina na mesma vogal do segundo elemento:  emprega-se o hífen.

 

 

3) Pedro não gosta de peixe com “espinho”.

 

...a Língua Portuguesa também não!!!

 

O correto é: peixe com espinha.

 

O termo correto para designar a parte dorsal do peixe (osso do esqueleto) é espinha.

 

espinho é aquele órgão rígido e pontiagudo presente em alguns vegetais.

 

 

 

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

 

“Se tanto me dói que as coisas passem

É porque cada instante em mim foi vivo

Na busca de um bem definitivo

Em que as coisas de Amor se eternizassem.”

 

[Sophia de Mello Breyner Andresen]

 

_____________________________________________________________________

 

MATÉRIA FEVEREIRO 2013

                     por Renata Carone Sborgia

 

 “ Amar é querer estar perto,

se longe; e mais perto, se perto.” Vinicius de Moraes

 

 

1)    A “Assembléia” foi marcada para a próxima segunda-feira. Todos estão animados para o encontro!!!

 

…com a grafia escrita de forma incorreta o desânimo apareceu!!!

O correto é: ASSEMBLEIA.

Segundo o Novo Acordo Ortográfico: o acento agudo nos ditongos abertos éi e ói desaparecerá da grafia.

 

Obs.: O Novo Acordo Ortográfico traz na grafia (escrita) mudança, assim utilizaremos as novas regras na escrita e manteremos, sem alteração, a pronúncia das palavras.

 

2)    --- É azia, doutor. Mas eu já estou providenciando uma “colherinha” do remédio, disse Maria.

 

…com certeza, Maria azedou também a escrita incorreta da palavra no diminutivo!!!

Conforme a Gramática Normativa, o correto é colherzinha.

 

Regra fácil:  quando o substantivo terminar em R a tendência é que se faça o diminutivo com o acréscimo de  “ zinho”  ou “zinha”.

 

3)    Pedro usa muito a expressão “ a nível de”  nas suas palestras.

 

 Prezado amigo leitor ( e Pedro!!!) vamos evitar o uso “ a nível de”.

 

 A expressão “ a nível de” ( tradução incorreta do francês “ au niveau de”) tem sido condenada por vários autores de livros sobre o vernáculo.

O correto é “ no nível de” ou “ em nível de”.

Temos a expressão “ no/em nível do(da)”,  quando a ideia for de nivelamento, isto é, de algo estruturado em níveis ou camadas.

Ex.: Em nível do ensino fundamental este raciocínio seria admissível, mas não no nível universitário.

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

No descomeço era o verbo


No descomeço era o verbo.
Só depois é que veio o delírio do verbo.
O delírio do verbo estava no começo, lá, onde a criança diz:
eu escuto a cor dos passarinhos.
A criança não sabe que o verbo escutar não
Funciona para cor, mas para som.
Então se a criança muda a função de um verbo, ele delira.
E pois.
Em poesia que é voz de poeta,
que é a voz
De fazer nascimentos -
O verbo tem que pegar delírio.

Manoel de Barros

_______________________________________________________________________

 

MATÉRIA JANEIRO 2013

            por Renata carone Sborgia

 

 

“Não subestime ninguém. Trate sempre com respeito. A vida é uma dança das cadeiras. Um dia sentado; noutro, de pé.”
               Fabrício Carpinejar

 

 

1)    Maria comemorou “cinquenta” anos!!!

 

Parabéns duplamente, Maria!!! – pelo aniversário e pelo uso correto da nova grafia.

Segundo o Novo Acordo Ortográfico (5ª edição), não se usa mais o trema.

Exceção: o trema permanece nos nomes próprios.

Atenção: A grafia foi modificada pelo Novo Acordo Ortográfico

 (5 edição), mas a pronúncia não se altera.

 

Trema:

Sinal (ü) colocado sobre a letra para indicar que ela deve ser pronunciada nos grupos que, qui, gue, gui.

 

 

2)    Pedro foi à “estréia” do musical.

 

Gostou muito...

 ...mas Pedro não estreiou corretamente a nova grafia!!!

 

Correto: estreia (sem acento)

 

Dica Fácil: Segundo o Novo Acordo Ortográfico, não se usa mais o acento nos ditongos éi e ói das palavras paroxítonas (palavras que têm acento na penúltima sílaba).

 

 

 

3)    Ele entregou a carta “em mão”.

 

O destinatário recebeu-a corretamente!!!

A correspondência é entregue “em mão”.

Dicionário Aurélio Buarque de Holanda observa que tal expressão deve ser usada obrigatoriamente no singular.

 

Exemplo: Entreguei o convite de casamento em mão.

 

Há quem diga que em mão é o correto, porque quem recebe a carta ou equivalente, recebe-a com uma das mãos.

 

Abrevia-se: E.M.

 

Atenção: Porém, se for entregue um objeto de maior volume e que necessite ser segurado com as duas mãos, entregue em mãos!!!

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

“A Igreja diz: o corpo é uma culpa.
A ciência diz: o corpo é uma máquina.
A publicidade diz: o corpo é um negócio.
O corpo diz: eu sou uma festa.”

 Eduardo Galeano 

____________________________________________________________________

 

MATÉRIA DEZEMBRO 2012

          por Renata Carone Sborgia

 

“ São os passos que fazem os caminhos.” Mário Quintana

 

 

1)    Ela gosta de usar “chapéu”.

 

    ... e a Nova Ortografia “tira o chapéu” para a escrita correta!!!

 

Segundo o Novo Acordo Ortográfico, as oxítonas ( palavras com acento na última sílaba) e os monossílabos tônicos terminados em  ÉI, ÉU e  ÓI continuam com o acento ( no singular e/ou no plural)—a regra não foi alterada pela Nova Grafia.

 

Assim, correto chapéu—com acento

 

 

2)    Maria gosta de usar muitos “anéis”. É vaidosa!!!

 

      ... muito bem, Maria!!! E seja sempre “vaidosa” com o Novo Acordo Ortográfico também!!!

 

Segundo o Novo Acordo Ortográfico, as oxítonas ( palavras com acento na última sílaba) e os monossílabos tônicos terminados em ÉI  , ÉU e  ÓI continuam com o acento ( no singular e/ou no plural)—a regra não foi alterada pela Nova Grafia.

 

3)    SAIBA MAIS PARA NÃO ERRAR:

 

a)     Perca ou Perda ???---  PERCA é a forma do verbo perder.

                                              Ex.: Não perca a esperança!!!

 

                                              PERDA é substantivo, vindo geralmente acompanhado de artigo (antes) ou da preposição de (depois).

                                               Ex.: A perda do carro foi total.

                                                       Perda de tempo isto...

    

 

 

 

 

b)    Risco de vida ou Risco de morte???---norma culta: Risco de morte (correr o risco de morrer)

No Dicionário Houaiss cita a expressão risco de vida como correta também.

 

 

C) Siclano ou Sicrano???---o correto é SICRANO.

                                              Fullano, Beltrano e Sicrano

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

Leilão de Jardim
Quem me compra um jardim 
com flores? 

borboletas de muitas 

 

cores, 

lavadeiras e pas- 
sarinhos, 

ovos verdes e azuis 
nos ninhos? 

Quem me compra este ca- 
racol? 

Quem me compra um raio 
de sol? 

Um lagarto entre o muro 
e a hera, 

uma estátua da Pri- 
mavera? 

Quem me compra este for- 
migueiro? 

E este sapo, que é jar- 
dineiro? 

E a cigarra e a sua 
canção? 

E o grilinho dentro 
do chão? 

(Este é meu leilão!) ----Cecília Meireles

 

_________________________________________

 

MATÉRIA PORTUGUÊS NOVEMBRO/2012

Por Renata Carone Sborgia

 

 

“Tenho fases, como a Lua; fases de ser sozinha, fases de ser só sua.

Cecília Meireles”

 

 

 

1)    Maria teve uma boa “idéia”!!!

 

...para a Nova Ortografia não teve!!!

 

O correto é: ideia—sem acento

 

Nova regra fácil: nos ditongos(encontro de duas vogais proferidas em uma só sílaba) abertas ei  e  oi  das palavras paroxítonas(aquelas cuja sílaba pronunciada com mais intensidade é a penúltima), o acento agudo desaparece.

 

 

2)    Pedro foi à “ Assembléia”.

 

...ninguém compareceu por causa do erro na grafia!!!

 

O correto é: Assembleia—sem acento

 

Nova regra fácil: nos ditongos(encontro de duas vogais proferidas em uma só sílaba) abertas ei  e  oi  das palavras paroxítonas(aquelas cuja sílaba pronunciada com mais intensidade é a penúltima), o acento agudo desaparece.

 

 

3)    SAIBA MAIS PARA NÃO ERRAR:

 

a) SEJE   ou ESTEJE???----- correto: Seja e Esteja--- A conjugação dos verbos SER e ESTAR no subjuntivo é: SEJA e ESTEJA.

 

 

b) MENOS ou  MENAS???---correto: menos--- porque menos não tem feminino

                                                  Ex.: menos água

c) A GENTE  ou AGENTE ???---- A gente: forma popular de se referir a primeira pessoa do plural: NÓS.

Ex.: A gente foi à festa.

 

Agente: escrita junta—é substantivo. Palavra que designa uma pessoa que exerce determinada atividade.

Ex.: Agente secreto

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

“Gosto de ler orações.

Orações e poemas são a mesma coisa:

palavras que se pronunciam a partir do silêncio,

pedindo que o silêncio nos fale.(...)

Gosto de ler orações porque elas dizem as palavras

que eu gostaria de ter dito mas não consegui.

As orações põem música no meu silêncio.”

Rubem Alves

_________________________________________________

 

MATÉRIA OUTUBRO/2012

Por RENATA CARONE SBORGIA

 

“ao meditar

me edito”

 

___________

Do livro 'Vão'—Delmo Fonseca

 

 

 

1)    Maria aprecia chá de “ erva doce” !!!

 

... nada doce, Maria!!!

O correto é:  erva-doce (com hífen)

 

Regra fácil: Segundo a Nova Ortografia, em palavras compostas que designam espécies zoológicas/botânicas---usa-se o hífen.

 

2)    Ela sabe uma receita nova feita com “couve flor”. Acaba de postar no blog!!!

 

...com certeza, a receita nova está velha!!!

O correto é: couve-flor (com hífen)

 

Regra fácil: Segundo a Nova Ortografia, em palavras compostas que designam espécies zoológicas/botânicas---usa-se o hífen.

 

3)    Pedro não resolveu a última “questão” da prova do concurso.

 

...um dó, mas acertou a ortografia!!!

 Segundo o Novo Acordo ortográfico, o trema foi abolido (regra geral)

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

''Não quero adultos nem chatos.

Quero-os metade infância e outra metade velhice!

Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto;

e velhos, para que nunca tenham pressa.''

 

Oscar Wilde

_____________________________________________________

 

MATÉRIA PORTUGUÊS SETEMBRO/2012

         Por Renata Carone Sborgia

 

"É preciso viver, não apenas existir. " Plutarco (filósofo e prosador grego)

 

 

 

  1. Pedro sabe administrar muito bem a “ micro-empresa”.

 

...mas não sabe administrar bem a nova ortografia!!!

 

Correto: microempresa (sem hífen)

 

Dica fácil: Tópico Hífen: com vogais diferentes ( prefixo=final da primeira palavra e início da segunda palavra) , o correto é a unificação da expressão.(não usar hífen)

 

  1. Maria terminou o namoro.

     Chorou muito... é “ hiper-sensível” afetivamente.

 

 ...não chore, Maria!!!

Reveja o namoro e veja a nova ortografia!!!

Correto: hipersensível(sem hífen)

 

Dica fácil: Tópico Hífen: quando a segunda palavra começa com S e é antecedida pelos prefixos hiper,inter e super o hífen NÃO é usado e o S NÃO é duplicado.

Veja:  hiper é prefixo    sensível segunda palavra e começa com S = Hipersensível

 

 

  1. Saiba mais para não errar:

 

  1. Jiló ou jiló???-----correto: jiló
  2. Exceção,essessão ou esseção???----correto: exceção
  3.  De repente ou derepente???----- correto: de repente (separado)---Significa repentinamente, de súbido, de ímpeto.

Função sintática:  advérbio de tempo ou de modo

É uma locução adverbial: conjunto formado pela preposição DE com o substantivo repente.

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

[...]E no meio do Aqui e Agora, não acha que podemos nos encontrar de vez enquando ?...

 

Richard Bach

de 'Fernão Capelo Gaivota'

 

 

Porque um dia a gente descobre que apesar de vivermos quase um século, esse tempo todo não é suficiente para realizarmos todos os nossos sonhos nem para dizer tudo o que tem que ser dito. O jeito é: ou nos conformamos com a falta de alguma coisa na vida ou lutamos para realizar todas as nossas loucuras.” Mario Quintana

 

_______________________________________________________

 

MATÉRIA PORTUGUÊS-AGOSTO/2012

            Por RENATA CARONE SBORGIA

 

 

 

“A saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar...”

                                                                 Caio Fernando de Abreu

 

 

 

1)    Maria está muito nervosa com o resultado do concurso.

Ofereceram “ água-com-açúcar” para ela.

 

...com certeza, a água estava salgada por causa da escrita incorreta!!!

 O correto é: água com açúcar (sem hífen)

 Dica fácil:  Segundo a Nova Ortografia, água com açucar não tem hífen porque foi mantida a regra geral nas locuções de qualquer tipo-regra geral- não se emprega o hífen.

 

2)    Ela ganhou de presente uma saia “cor de rosa”...

 

....e não gostou!!!

O correto é : cor-de-rosa ( com hífen)

Dica fácil: Segundo a Nova grafia, nas locuções de qualquer tipo, sejam elas substantivas, adjetivas, pronominais, prepositivas ou conjuntivas, não se emprega em geral o hífen, salvo exceções, já consagradas pelo uso, como é o caso de cor- de – rosa.

 

 

3)    SAIBA MAIS PARA NÃO ERRAR:

 

 

 

a)     Viagem---com G---substantivo. Significa o deslocamento de um lugar a outro. Ex.: Fiz uma boa viagem.

Viajar—com J---É verbo no infinitivo. Indica o ato de fazer uma viagem. Ex.: Adoro viajar para São Paulo.

Viajem---com J--- É o verbo viajar conjugado nas 3 pessoas do plural do presente do subjuntivo ou no Imperativo afirmativo.

 Ex.: Espero que eles viajem logo.—subjuntivo

        Viajem eles.---imperativo

 

 

 

 

b)    Expressão grama:

 

Duzentos gramas de farinha---correto

Trezentos gramas de ouro--correto

 

Grama como unidade de medida de massa, é um termo masculino.

 

Grama---expressão comum usada para diversas ervas ou que são cultivas para criar gramados em jardins e parques, em pastagens, relva. Usada no feminino.

Ex.: As gramas que ele comprou para o local: grama-comum, grama-de-jardim, grama-de-jacobina...

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

 

'PONTO DE PARTIDA'

(Helena Kolody)

 

Parte do porto

do próprio ser

o itinerário

...do conhecer.

 

Em nós mesmos navegamos.

Somos barco e marinheiro,

continentes e oceanos.

 

Helena Kolody

Infinito Presente

 

 

 

“Você lê e sofre. Você lê e ri. Você lê e engasga. Você lê e tem arrepios. Você lê e sua vida vai se misturando no que está sendo lido.” (Caio Fernando Abreu)

 

_______________________________________

 

MATÉRIA PORTUGUÊS JULHO 2012

           por Renata Carone Sborgia

 

 

“A leitura nos traz mais vontade, mais sabedoria, mais interesse, mais ética, mais inspirações e mais querer...” Jorge Oliveira.

 

 

1)    Pedro “lê”  muitos livros todos os dias.

 

     Parabéns pelo investimento na leitura, Pedro!!!

     Está correto “lê” (com o acento circunflexo)

 

   Para que não haja preocupação, prezado amigo leitor, veja o que o Novo Acordo Ortográfico não alterou em relação ao acento circunflexo. ( aqui menciono uma regra)

 

As palavras oxítonas terminadas com vogais tônicas (fortes)  e   e  o fechadas, seguidas ou não de  s continuam acentuadas: dê, dês( do verbo dar), lê, lês(do verbo ler), português, você(s), avô, pôs(do verbo pôr).

 

2)    Maria comprou um novo “ microondas”.

Está muito contente!!!

 

...mas a Língua Portuguesa não!!!

 

O correto é:  micro-ondas(com hífen)

 

Regra fácil: Segundo o Novo Acordo Ortográfico, nas formações em que o prefixo ( no exemplo é o micro) termina com a mesma vogal( no exemplo a vogal é  o ) do segundo elemento(no exemplo é ondas) emprega-se o hífen.

 

Assim: Micro---prefixo-- termina com a vogal o

            Ondas—segundo elemento—termina com a vogal o

           Correto: micro-ondas—usa-se o hífen

 

O hífen, aquele traço tão comum entre as palavras, não é um acento, mas sim um sinal diacrítico, ou seja, utilizado sobre/entre algumas letras/palavras para alterar a pronúncia ou o resultado fonético.

 

 

3)    SAIBA MAIS PARA NÃO ERRAR:

 

a)     Pedro prefere almoçar “do que jantar” ou “ a jantar”???

Correto:  a jantar

Pedro prefere almoçar a jantar!!!

 

b)    Desapercebido ou  Despercebido???

 

    Desapercebido quer dizer desprevenido.

    Despercebido  quer dizer não notado.

 

Ex.: Pedro está desapercebido(desprevenido) de dinheiro este mês para comprar o carro.

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

 

     "Tenta te orientar pelo calendário das flores, esquece, por um momento os números, a semana, o dia do teu nascimento. Se conseguires ser leve, aproveita, enche tuas malas de sonho e toma carona no vento."- Fernando Campanella. 

 

___________________________________________

 

MATÉRIA DE PORTUGUÊS—JUNHO 2012

 por Renata Carone Sborgia

 

 

“O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice. Colhe, pois, a sabedoria. Armazena suavidade para o amanhã." Leonardo da Vinci

 

 

1)    Pedro foi considerado um “super homem” com sua postura frente ao público.

 

  ...mas não frente à Língua Portuguesa!!!

 

 O correto é : super-homem (com o hífen)

 

Regra fácil: Segundo o Novo Acordo Ortográfico, usa-se o hífen sempre antes de H.

 

 

2)    Maria é considerada uma funcionária “ ultra honesta” na empresa.

 

Parabéns pela honestidade,Maria!!!

Mas vamos à escrita correta:  ultra-honesta (com hífen)

 

Regra fácil: Segundo o Novo Acordo Ortográfico, usa-se o hífen sempre antes de H.

 

 

3)    SAIBA MAIS PARA NÃO ERRAR:

 

a)     TV “a cores” ou  “em cores”???--- correto: em cores

Prezado amigo leitor: não se compra TV a preto e branco!!!

 

b)    Haverá crase(acento grave) com os pronomes demonstrativos: aquele(s), aquela(s), aquilo sempre que o termo antecedente exigir a preposição a.

Ex.:  Assisti  àquele filme.

 

 

 

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

“Daqui a vinte anos sua maior frustração será com as coisas que você deixou de fazer do que com as que você fez e deu errado. Então solte as amarras e navegue para longe do porto-seguro. Pegue os ventos de mudanças nas suas velas. Explore. Sonhe. Descubra.” Mark Twain

 

 

“Viajar é descobrir que todo mundo está errado sobre os outros países."  Aldous Huxley

______________________________________________________

  

MATÉRIA MÊS DE MAIO—PORTUGUÊS

    por Renata carone Sborgia

 

 

“ Ocupei-me o tempo todo para disfarçar a saudade.”

                                                Clarice Lispector

 

 

  1. Pedro comprou o presente para a sua namorada: uma bela JÓIA”,

 

  A  “jóia” será bela se for escrita de forma correta, segundo o Novo Acordo Ortográfico.

 

Correto: JOIA (sem acento).

 

Regra fácil: não existe mais o acento dos ditongos( quando há duas vogais na mesma sílaba) abertos “éi”  e “ói” das palavras paroxítonas( as que têm a penúltima sílaba mais forte), segundo o Novo acordo Ortográfico.

 

2)    A “platéia”  ficou entusiasmada com o espetáculo.

 

...mas a Língua Portuguesa não com o erro na grafia!!!

 

O correto é : plateia (sem acento).

 

Regra fácil: não existe mais o acento dos ditongos( quando há duas vogais na mesma sílaba) abertos “éi”  e “ói” das palavras paroxítonas( as que têm a penúltima sílaba mais forte), segundo o Novo acordo Ortográfico.

 

 

 

  1. SAIBA MAIS PARA NÃO ERRAR:

 

 

a)     Ela é uma das que “pensa”  ou “pensam” assim???

 

     Correto—tópico gramatical: Concordância--- A expressão  “uma das que”  faz concordancia no plural.

Portanto, o correto é: Ela é uma das que pensam assim.( das que pensam assim, ela é uma).

 

Outros exemplos corretos:

 O amigo foi uma das  pessoas que mais o apoiaram.

 

Não sou dos que acham isso.( daqueles que acham isso)

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

“ Vivo no quase, no nunca e no sempre.

  Quase, quase—e por um triz escapo.”

     Clarice Lispector

 

“Fique de vez em quando só, senão será submergido.

Até o amor excessivo pode submergir uma pessoa.”

    Clarice Lispector

 

___________________________________________________________

 

MATÉRIA DE PORTUGUÊS-MÊS ABRIL/2012
Por RENATA CARONE SBORGIA

“O segredo é não correr atrás das borboletas... É cuidar do jardim para que elas venham até você.” Mário Quintana

1) Maria encontrou o “ex marido” na festa.
...existem encontros que podem ser cordiais!!! Para a cordialidade estar presente na Língua Portuguesa: com o prefixo ex usar o hífen.
O correto é: ex-marido.
Regra fácil: O Novo acordo Ortográfico manteve o hífen quando o prefixo for ex.


2) Pedro ficou “tranquilo” na apresentação do trabalho no Congresso.

...e a Língua Portuguesa está tranquila com o uso correto da expressão sem o trema!!!
Segundo o Novo Acordo Ortográfico, não será mais usado o trema(na regra geral).

 

3) SAIBA MAIS PARA NÃO ERRAR:
Vamos, prezados amigos leitores, evitar o pleonasmo vicioso???
a) Planos ou projetos para o futuro!!!
Alguém já fez plano ou projetos para o passado???

Não vale dizer:
--Se for o Michael J. Fox no filme “De volta para o Futuro”!!!

b) Criar novos empregos!!!
Alguém consegue criar algo velho???
b) Conviver junto!!!
Alguém consegue conviver separadamente???!!!

PARA VOCÊ PENSAR:
Amar:

Fechei os olhos para não te ver
e a minha boca para não dizer...
E dos meus olhos fechados desceram lágrimas que não enxuguei,
e da minha boca fechada nasceram sussurros
e palavras mudas que te dediquei...

O amor é quando a gente mora um no outro.

Mário Quintana


“Quem faz um poema abre uma janela.
Respira, tu que estás numa cela abafada,
esse ar que entra por ela.
Por isso é que os poemas têm ritmo
- para que possas profundamente respirar.
Quem faz um poema salva um afogado.” Mário Quintana

 

_____________________________________________________________

 

MATÉRIA PORTUGUÊS MARÇO/2012
Por Renata Carone Sborgia

 


"Eu meço a felicidade pelo vento batendo em meu rosto..."
__ Grillo - Jornalista


1) Pedro disse:
Eu “perdôo” a atitude grosseira.


....o Novo Acordo Ortográfico não!!!
Dica da Nova Regra: ditongos “ôo” não terão mais o acento circunflexo.

Correto: perdoo.


2) Eles “lêem” muito e todos os dias.

... para ler corretamente: eles precisam saber a Nova Regra Ortográfica.

Correto: leem.

Dica da Nova regra Ortográfica: o circunflexo do hiato “êem”, segundo o Novo Acordo Ortográfico-5 edição- não será mais usado com “eem”.

3) --- “Apazigúe” a situação familiar, Maria!!!


Para apaziguar, segundo a Nova Regra Ortográfica: o acento agudo do “U” tônico( forte) dos verbos apaziguar, averiguar, arguir...não será mais usado.

Corretos: apazigue, averigue, argue...


SAIBA MAIS PARA NÃO ERRAR:

1) PISCINEIRO--- É assim que nos referimos àquele profissional que cuida de piscinas.
Dica útil: o uso do sufixo “eiro” , designa “atividade profissional”. Ex.: tesoureiro, banqueiro, serralheiro...

2) plural de giz---gizes—correto
plural de blitz---blitzes---correto

Dica útil: palavras terminadas em “Z” fazem plural com o acréscimo de “es”.

3) mulher diz: obrigada, grata, agradecida
homem diz: obrigado, grato, agradecido

PARA VOCÊ PENSAR:

“Gosto das belas coisas claras e simples,
das grandes ternuras perfeitas, das doces compreensões silenciosas,
gosto de tudo, enfim, onde encontro um pouco de
beleza e de verdade."
(Florbela Espanca)

________________________________________________________

 

 MATÉRIA FEVEREIRO/2012
por RENATA CARONE SBORGIA


“Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro.” Clarice Lispector

 

1) Pedro gosta e joga muito bem “dominó”.
Parabéns duplamente, Pedro: grafia correta e joga bem dominó.
Correto: dominó (plural: dominós)
Dica fácil: não houve mudanças fundamentais quanto às regras de acentuação das palavras oxítonas ( palavras cuja sílaba tônica—forte—é a última).
Regra mantida: são acentuadas as palavras oxítonas terminadas nas vogais tônicas abertas ou fechadas grafadas a, e ou o, seguidas ou não de s.

2) Sua atitude foi “heróica”.
A atitude, mas a grafia não...
Correto: heroica(heroicas)
Nova Regra Ortográfica: 
não será mais acentuada a palavra heroico(ou heroica), porque os ditongos ei, oi da sílaba tônica-forte- de palavras paroxítonas( palavras cuja sílaba tônica-forte- é a antepenúltima) perdem os acentos gráficos.

3) Ele é um “herói”.
Parabéns!!!
Correto!!!
Dica fácil: regra mantida. Herói continuará sendo acentuado porque os grupos ei , oi das palavras oxítonas(( palavras cuja sílaba tônica—forte—é a última) continuam acentuadas.
Saiba mais para não errar:

1) “menas”-------------não existe. Correto: menos.
2) “comcerteza”------com certeza se escreve separado.

PARA VOCÊ PENSAR:
“Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes… tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Você pode até me empurrar de um penhasco que eu vou dizer:
- E daí? Eu adoro voar!
Não me dêem fórmulas certas, por que eu não espero acertar sempre. Não me mostrem o que esperam de mim, por que vou seguir meu coração. Não me façam ser quem não sou. Não me convidem a ser igual, por que sinceramente sou diferente. Não sei amar pela metade. Não sei viver de mentira. Não sei voar de pés no chão. Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra sempre.” Clarice Lispector

 

 

____________________________________________________________________________________

MATÉRIA PORTUGUÊS—JANEIRO-2012

Por RENATA CARONE SBORGIA

 

 

 

“ Penso em ficar só, mas minha natureza pede diálogo e afeto”

                                                     Lya Luft

 

 

Prezado amigo leitor:

Seja bem-vindo o Ano Novo com ares de novo ano!!!

Agradeço por tê-lo como meu leitor amigo!

Esclareço o pedido: as dúvidas/respostas elaboradas e explicadas por mim são utilizadas em todas as esferas profissionais desde que o leitor faça a devida “analogia” para a sua área de trabalho. Opto por um exemplo...deixo para empregar a regra exposta conforme você necessite na oralidade e/ou escrita.

A Língua Portuguesa agradece!

Com carinho—Renata Carone Sborgia

 

 

1)    --- Dor de dente???

Pedro procurou um “cirurgião dentista”.

 

...mas não o encontrou por causa do hífen!

O correto é: cirurgião-dentista( usar o hífen na expressão)

O plural: cirurgiões-dentista e cirurgiões-dentistas ( segundo o Novo Acordo Ortográfico-5 edição-VOLP)

 

2)    Maria está aproveitando a “liquidação” realizada no Shopping Center...

 

       Muito bem, Maria!!! Boas compras!!!

       Segundo o Novo Acordo Ortográfico, a regra geral: o trema não é mais usado.

 

 

 

3)    Em virtude das últimas notícias na mídia o verbo doar precisa ser “conjugado na prática”...

  ----  Maria disse:

         Eu  “doo” sempre. Sinto-me bem em poder ajudar...

 

...e a Língua Portuguesa agradece o gesto também.

 O Novo Acordo Ortográfico: o hiato “ ôo” deixa de receber acento nas palavras paroxítonas.

O correto é “oo”. ( correto doo)

 

 

PARA VOCÊ PENSAR:

 

...muitos disseram sobre o poder que a música tem de nos fazer lembrar pessoas, passagens na nossa vida.

Assim, faço menção de alguns trechos musicais.Espero que gostem...

 

“Resposta—Skank( Os versos que se fizeram e não se responderam)”

 

“Paciência—Lenine( mesmo quando tudo pede...a vida não pára)”

 

“Deixa a vida me levar”---Zeca Pagodinho ( sou feliz e agradeço por tudo)