Notícias em O melhor do bairro de Itapema, Itapema, SC

terça-feira, 27 de junho de 2017

Polícia Federal suspende emissão de passaporte por tempo indeterminado

Policia Federal Suspende emissão de Passaportes

Alerta
 
por Nubia Shelli Lima e Sousa — publicado 27/06/2017 18h07, última modificação 27/06/2017 18h26
 
A Polícia Federal informa que está SUSPENSA a confecção de novas cadernetas de passaportes solicitadas a partir de hoje, 27/06, às 22 horas.
 
A medida decorre da insuficiência do orçamento destinado às atividades de controle migratório e emissão de documentos de viagem.
 
O agendamento online do serviço e o atendimento nos postos da PF continuarão funcionando normalmente. No entanto, não há previsão para entrega dos passaportes solicitados, enquanto não for normalizada a situação orçamentária.
 
Usuários atendidos nos postos de emissão até o dia 27/06 receberão seus passaportes normalmente.
 
A Polícia Federal acompanha atentamente a situação junto ao Governo Federal para o restabelecimento completo do serviço.
 
Maiores informações na página da Receita Federal
 
sexta-feira, 16 de junho de 2017

Meios alternativos para o ensino eliminam sacrifício animal

Tecnologia favorece com desenvolvimento de modelos sintéticos que se assemelham à anatomia real.
 
A educação se transformou com o passar do tempo, e é fato que os estudantes de hoje não aprendem da mesma forma que no tempo dos nossos pais e avós. Na universidade, as possibilidades se ampliam, e os cursos voltados para lidar com vidas - como medicina, veterinária e biologia - ganham novos meios para evitar o sacrifício animal e a utilização de cadáveres em sala de aula.
 
Foi pensando em diminuir essa prática que a estudante de biologia Michaella Andrade, de 25 anos, desenvolveu em grupo um projeto de iniciação científica com métodos alternativos ao uso nocivo de animais no ensino. O objetivo é compilar e disponibilizar em um site, de forma gratuita, todas as possibilidades, como softwares, modelos sintéticos, artigos e material audiovisual.
 
"Tive dificuldade em encontrar alternativas, pois a maioria estava em língua estrangeira ou era comercializada de alguma forma. Além disso, acredito que os animais são possuidores de direitos como nós, animais humanos, então quanto menos utilizarmos animais não humanos em sala de aula, melhor", diz Michaella.
 
Apesar de ainda ter alguns animais nos laboratórios, a universidade em que ela estuda adquiriu um software de anatomia de aves que, segundo ela, é "super interativo". "Podemos estudar melhor a anatomia sem precisar matar uma galinha", exemplifica. Os universitários também montaram uma coleção de insetos feitos a mão com cerâmica fria para estudos.
 
Tecnologia favorável. A empresa brasileira de tecnologia Csanmek, em parceria com a norte-americana SynDaver, desenvolveu um humano e um cachorro sintéticos com textura e densidade similares às estruturas anatômicas reais. Com a novidade, é possível simular cirurgias - com cortes -, fazer dissecações e ter acesso a partes do corpo que dificilmente seria viável em cadáveres conservados por muito tempo.
 
"Nos inspiramos em soluções praticadas no exterior há pelo menos cinco anos e juntamos com a realidade e necessidade do Brasil, além de pesquisas que norteiam para esse tipo de tecnologia substitutiva", diz Claudio Santana, fundador da Csanmek.
 
Os produtos, que custam entre R$ 200 mil e R$ 700 mil, acompanham uma plataforma 3D de simulações de anatomia. O sistema permite que faculdades e hospitais se conectem para o envio e conversão de tomografias e ressonâncias magnéticas em três dimensões a fim de serem analisadas pelos estudantes.
 
 
Denise Aparecida Campos, diretora acadêmica de uma unidade da Faculdade das Américas, diz que o cachorro sintético será complementar ao curso de veterinária que terá início no próximo ano. "Os alunos terão contato com animais reais também, mas não para simulações. Essa medicina em que você testa no animal e se ele morrer tudo bem não é o que queremos. Nosso objetivo é que o profissional saia daqui para lidar com a vida", afirma.
 
Além do modelo sintético canino, a faculdade conta também com robôs com pelos, mesas digitais para estudo de anatomia e fisiologia, além de impressoras 3D que possibilitam aos estudantes ter qualquer tipo de órgão nas mãos.
 
Ética. Os meios alternativos, porém, ainda não eliminam totalmente o uso de animais e cadáveres no ensino. A discussão ética sobre a utilização ou não de animais nos cursos de veterinária, por exemplo, cai no ponto da origem do animal. "É preciso saber de onde ele veio, a forma que ele foi cuidado, o motivo que morreu e como morreu", explica a médica veterinária Vania Plaza Nunes, diretora técnica do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal.
 
"Se o animal é doado pelo dono para pesquisa, é uma possibilidade interessante, mas é absolutamente inadmissível quando são mortos para essa finalidade se existem métodos alternativos", diz Vania. A médica comenta que em alguns Estados do País, serviços de controle e acolhimento de animais usam a eutanásia para, depois, doar o animal.
 
Essa necessidade de verificação somada aos protocolos necessários para triagem, processamento e conservação dos corpos pode demorar em alguns casos. Assim, os métodos alternativos seriam mais eficazes.
 
Situação semelhante ocorre nos cursos de medicina. "A grande vantagem dos modelos sintéticos começa com a dignidade ao corpo humano. A gente consegue estudar os órgãos sem corromper um corpo", diz Fernando Teles de Arruda, coordenador-adjunto do curso de medicina de uma unidade da Universidade de São Caetano do Sul (USCS), que utiliza o modelo humano da Csanmek.
 
No livro Alternativas ao Uso de Animais Vivos na Educação – pela ciência responsável, o biólogo Sérgio Greif diz que atividades no ensino com animais acabam dessensibilizando os estudantes. "Estudos mostram que crianças que se identificam com as atividades de dissecação, ao contrário do aprendizado e do gosto pela ciência pretendidos, tornam-se mais facilmente agressoras dos seus colegas", escreve. "A progressão da dessensibilização é notada quando muitos animais utilizados em dissecação aparecem mutilados, sem ter sido esse o objetivo da aula", completa.
 
Aprendizado. Tanto Vania quanto Arruda concordam que os meios alternativos não prejudicam o aprendizado. "Do ponto de vista educacional, o modelo sintético preserva a relação de tamanho, textura e cores. Isso é muito importante e acaba se distorcendo com o tempo quando se pega um corpo de cadáver", diz o coordenador da USCS. Além disso, a repetição, fundamental para o desenvolvimento das habilidades de um médico, também é viável, o que elimina o "descarte" dos corpos.
 
A veterinária acrescenta que, junto com o aprendizado clínico, há o conceito ético. "Se eu parto do princípio que pode matar e usar modelos inadequados, estou compartimentalizando meu interesse. O ensino prescinde que, durante o aprendizado, eu tenha responsabilidade e respeito pelo indivíduo vivo", afirma Vania. Segundo ela, os meios alternativos criam profissionais com a mesma ética e capacidade dos que aprendem com métodos tradicionais.
 
Fonte: Estadão.com
sexta-feira, 16 de junho de 2017

Receita libera hoje crédito do primeiro lote de restituição do Imposto de Renda

2017 Primeiro Lote de Restituição liberado pela receita Federal

O crédito bancário do primeiro lote de restituição de Imposto de Renda (IR) deste ano será liberado hoje (16). Segundo a Receita Federal, a restituição será para 1.636.218 contribuintes, totalizando mais de R$ 3 bilhões. O lote contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2016.
 
Neste primeiro lote estão contribuintes com prioridade: mais de 1,527 milhão de idosos e 108.513 pessoas com alguma deficiência física, mental ou moléstia grave.
 
Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet, ou ligar para o Receitafone, no número 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nessa hipótese, o contribuinte pode fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.
 
A Receita disponibiliza ainda aplicativo para tablets e smartphones, que facilita a consulta às declarações do IR e à situação cadastral no CPF. Com ele, será possível consultar diretamente, nas bases da Receita Federal, informações sobre a liberação das restituições e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.
 
A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento, pela internet, utilizando o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.
 
Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contactar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento, nos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (exclusivo para pessoas com deficiência auditiva), para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.
 
Edição: Graça Adjuto
 
quarta-feira, 14 de junho de 2017

Balneário Camboriú aprova polêmica regulamentação da Uber

Uber, projeto de regulamentação da atividade em Balneário Camboriu.

A Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú aprovou o projeto de lei que regulamenta a Uber na cidade. A votação, que terminou em 14 votos a 3, foi acompanhada por um plenário repleto de motoristas e teve polêmica nos bastidores. Parlamentares contrários ao texto da lei argumentam que, ao invés de legalizar o serviço, a regulamentação pode inviabilizar a atuação do aplicativo na cidade.
 
Há pelo menos dois pontos controversos. O primeiro é a exigência de que os carros da Uber sejam emplacados em Balneário Camboriú, o que trava a atuação de motoristas de fora _ e contraria o modelo do aplicativo. O vereador Omar Tomalih (PSB), autor da proposta, alega é uma forma de proteger os motoristas locais durante a temporada de verão, quando a cidade atrairia muitos motoristas de outros municípios.
 
O segundo alvo da polêmica é o artigo que prevê que a Uber envie à prefeitura, periodicamente, o relatório de corridas por motorista, incluindo o trajeto feito, o valor pago e a avaliação feita pelo usuário. São exigências que os motoristas de táxi, por exemplo, nunca tiveram.
 
Além disso, a regulamentação prevê que a Uber instale um escritório na cidade, o que contraria a forma de atuação da empresa nas cidades menores, como é o caso de Balneário Camboriú.
 
Leonardo Piruka (PP), um dos três vereadores que votaram contra a proposta _ André Meirinho (PP) e Marcos Kurtz (PMDB) são os outros dois _ reclama que o projeto foi votado sem tempo suficiente para discussão. Derrotado no plenário, ele pretende movimentar reação popular à regulamentação para forçar o prefeito Fabrício Oliveira (PSB) a vetar a proposta e rediscuti-la.
 
A Uber ainda não se manifestou oficialmente sobre o projeto de lei, que ainda terá que passar pela votação da redação final antes de seguir para a sanção do prefeito. No entanto, os motoristas do aplicativo já estariam se movimentando para recorrer à Justiça caso o projeto de lei seja colocado em prática.
 
A OAB criou uma comissão para avaliar a legalidade da lei aprovada pelos vereadores. Os advogados querem saber se as regras não afrontam o direito de ir e vir, por exemplo. Se entenderem que há problemas, a comissão pode propor a inconstitucionalidade da lei. 
 
 
terça-feira, 13 de junho de 2017

PRF inicia Operação Corpus Christi 2017

operação Corpus Cristi em Itapema

A Polícia Rodoviária Federal inicia nesta quarta-feira (14), a Operação Corpus Christi 2017, que termina no domingo (18).
 
Será cinco dias com aumento relevante de fluxo de veículos nas rodovias, fator que pode contribuir para a ocorrência de acidentes nas rodovias federais do estado.
 
A PRF vai intensificar a fiscalização com agentes do Grupo de Motociclismo Estadual (GME), que serão enviados à região de Lages, do Núcleo de Operações Especiais (NOE), que vão atuar na região de Joinville e de policiais que estão em áreas administrativas, deslocados para a região de Itajaí.
 
O objetivo é prevenir condutas que aumentam o risco de acidentes graves ou aumentem as lesões das vítimas, como ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade, uso de álcool e falta de equipamentos de segurança.
 
A PRF recomenda cautela e paciência ao motorista, principalmente na saída do feriadão nesta quarta-feira entre 14h e 22h, e quinta-feira entre 6h e 12h, bem como no retorno, domingo, entre 16h e 22h.
 
O trecho mais preocupante é a BR 282 na região de Lages, devido à Festa do Pinhão, evento que atrai milhares de pessoas à Serra Catarinense.
 
O KM 253 da rodovia em São José do Cerrito continua interditado devido às chuvas da semana passada. Os motoristas que se dirigirem à festa, provenientes do Oeste do estado devem utilizar a BR 470 passando por Curitibanos e em seguida tomar a BR 116 até Lages.
 
Para melhorar a fluidez do trânsito durante o feriadão, a PRF restringirá o tráfego de alguns veículos de carga em rodovias de pista simples.
 
Caminhões bitrens, cegonhas e veículos com dimensões excedentes devem obedecer o período de restrição:
 
Quinta-feira (15): 06h às 12h
 
Domingo (18) 16h às 24h
 
 
 
A Polícia Rodoviária Federal lembra algumas atitudes que podem salvar vidas:
 
Todos os ocupantes do veículo devem usar o cinto de segurança;
 
Acender os faróis durante o dia, mesmo fora das rodovias;
 
Respeitar o limite de velocidade;
 
Realizar ultrapassagem e em local permitido;
 
Não transitar pelo acostamento;
 
Não falar ao celular;
 
Se beber, não dirigir;
 
Fugir dos horários de pico.
 
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | Próximo >

O Portal O Melhor do Bairro é um Portal de bairros, desenvolvido e estruturado com uma linguagem otimizada, o que proporciona aos anunciantes uma grande relevância nos Buscadores de Sites. Desta forma nossos anunciantes tem excelentes resultados no Google. Em seu espaço, as empresas conseguem divulgar seus produtos e serviços, e várias informações importantes para seus clientes.

O portal omelhordobairro.com, foi criado para atender uma necessidade eminente das populações locais, onde o usuário pode encontrar todo e qualquer tipo de comércio e prestação de serviços perto de sua casa ou trabalho, apresentando o que realmente há de melhor na região onde você realmente vive, trabalha e consome. Trabalhamos buscando sempre o melhor e mais confiável conteúdo para satisfazer nosso principal patrimônio, O NOSSO USUÁRIO.