Campanha nacional Maio Amarelo é lançada em Brasília
- Notícias - O melhor do bairro de Asa Sul, Brasília, DF

quarta-feira, 29 de abril de 2015
      

Campanha nacional Maio Amarelo é lançada em Brasília

Prédios públicos serão iluminados com a cor da mobilização que visa reduzir o número de acidentes e conscientizar a população

Maio deverá ser um mês mais seguro para motoristas, pedestres e ciclistas. O Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF) e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF) prepararam programação de fiscalização intensa e de ações educativas que marcarão a Maio Amarelo, campanha nacional pela redução de acidentes.


numeraria detran-df maio amarelo 2015 AgenciaBrasiliaA cor é em alusão ao significado presente nos semáforos: atenção. Até 31 de maio, agentes do Detran-DF e do DER promoverão blitze diárias e abordagem educativa para a população. “O nosso objetivo é zerar o número de acidentes fatais; pode ser uma utopia, mas trabalhamos com essa meta”, afirmou o diretor do DER, Henrique Luduvice, durante entrevista coletiva nesta quarta-feira, no Palácio do Buriti.

Durante todo o mês, a sede do governo de Brasília, o Congresso Nacional, a Esplanada dos Ministérios, a Catedral Metropolitana, a caixa d’água de Ceilândia e a Ponte JK ficarão iluminados com a cor amarela.

Em 2014, 207 pessoas morreram em acidentes em Brasília. Somente nos três primeiros meses deste ano, foram 64 mortes (dados preliminares). Apesar do número ainda expressivo, na avaliação do diretor do Detran-DF, Jayme Amorim de Sousa, houve redução de 30% de vítimas fatais em março em comparação ao mesmo mês em 2014. “Temos a obrigação de preservar vidas e estamos intensificando a fiscalização.”

O Departamento de Trânsito fará 300 blitze até 31 de maio e 25 ações educativas em escolas, empresas, igrejas e durante abordagem a motoristas. Os agentes do DER trabalharão 24 horas nesse período. Haverá operações nas rodovias do DF em lugares variados. Além disso, aos domingos, estão programadas ações de conscientização, como panfletagem e eventos esportivos.

Alta velocidade
Os agentes dos dois departamentos focarão as abordagens na verificação da documentação do motorista e do veículo, além do cumprimento da Lei Seca. “A maioria dos acidentes com mortes é provocada por motoristas embriagados ou que trafegam em alta velocidade; as colisões, no entanto, ocorrem sempre por causa de um conjunto de erros”, analisou o diretor do Detran-DF.

Outras medidas estão sendo tomadas para reduzir o índice de acidentes no trânsito. Neste ano, foram revitalizadas 350 faixas de pedestres e criadas mais cem delas em toda Brasília. O DER estuda reduzir a velocidade máxima permitida em rodovias do DF, como Eixão e Avenida das Nações. A ideia é diminuir de 80 para 70 quilômetros por hora.

cronograma acoes maio amarelo 2015 AgenciaBrasilia

FONTE: Agência Brasília