Tenha seu próprio negócio na internet em parceria com a empresa líder em diretórios regionais no Brasil.
Torne-se um franqueado do Portal O Melhor do bairro e obtenha ótimos ganhos gerenciando este website.

Notícias em O melhor do bairro de Águas Claras, Águas Claras, DF

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Moradora do DF recebe compra de site chinês com pedido de ajuda

Bilhete foi enviado junto com uma blusa e teria sido escrito por um suposto trabalhador submetido a condições análogas ao escravo

 

Mirelle Pinheiro

Publicação: 24/10/2014 12:45 Atualização: 24/10/2014 14:59

"Sou escravo, ajude-me". O pedido, em inglês, veio acompanhado de uma blusa que a moradora de Águas Claras Sandra Miranda recebeu nessa quinta-feira (23/10). A encomenda foi feita no site chinês AliExpress, famoso por vender peças com valores bem abaixo do mercado brasileiro.

O pedido de ajuda veio junto com uma blusa comprada em um site chinês (Reprodução)  
O pedido de ajuda veio junto com uma blusa comprada em um site chinês


Ao se deparar com o bilhete, Sandra tirou uma foto e enviou para a filha, Raíssa Reis, que mora em São Paulo. A jovem, imediatamente publicou a imagem no Facebook. "Meu coração se aperta e lágrimas descem ao ver que, do outro lado do mundo, neste exato momento, existe alguém sendo escravizado para confeccionar o produto que eu e você compramos. É um sentimento que não tem como descrever", desabafou a filha. Até o início da tarde desta sexta-feira, a publicação na rede social já tinha mais de 2 mil compartilhamentos. Procurada pela reportagem do Correio, o AliExpress não havia se posicionado até a publicação desta matéria.

 (Twitter/Reprodução)  

Gigante no setor, a Aliexpress do grupo Alibaba, vem colecionando recordes. A entrada da marca na Bolsa de Nova York, em setembro, transformou o fundador da rede de e-commerce, Jack Ma, no homem mais rico da China, com uma fortuna avaliada em US$ 25 bilhões.

Denúncias de trabalhos escravos em grandes empresas têm sido recorrentes, não só no Brasil, mas no mundo. No início deste ano, três consumidoras britânicas também se depararam com pedidos de socorro. As mensagens foram escritas nas etiquetas das roupas comercializadas por US$ 17 na rede Primark. Outra cliente irlandesa também encontrou a anotação em uma das peças adquiridas. A empresa alegou que investiga os casos.

Baixo custo
A mão-de-obra barata é um dos motores para o crescimento da economia na China. Pesquisas realizadas por entidades de direitos humanos mostram que a exploração de mulheres para confeccionar produtos vem crescendo no país devido aos custos, que são muito menores que o de outros países. Imigrantes ilegais e o número de habitantes também incham a oferta de trabalho.

Em 2008, uma nova lei foi promulgada e garantiu alguns (pequenos, mas significativos) avanços relativos aos direitos dos trabalhadores, como a obrigatoriedade de contrato, o direito de entrar com ações na Justiça contra as empresas (antes, esse procedimento era feito somente por meio do sindicato) e a proibição de demissão sem justa causa.

Gigantes de indústrias automotiva, tecnológica e de vestuário que se instalaram no país por conta dos baixos custos viram as mudanças como algo negativo. Já as marcas que mantêm fábricas em outros países comemoraram a legislação, que poderá trazer um aumento na competitividade.

FONTE: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2014/10/24/interna_cidadesdf,454104/moradora-do-df-recebe-compra-de-site-chines-com-pedido-de-ajuda.shtml

 

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Secretaria de Saúde afasta médica que discutiu com bombeiro após paciente morrer em hospital do DF

Paciente aguardou atendimento, mas não resistiu e após umaparada cardíaca
 
A SES-DF (Secretaria de Saúde do Distrito Federal) informou na manhã desta segunda-feira (28) que afastou provisoriamente a médica Luiza Virgínia Pimentel, plantonista do HRC (Hospital Regional de Ceilândia) acusada de omissão de socorro. Ela foi detida na noite desse sábado (26), após expulsar bombeiros que conduziram uma paciente com parada cardíaca à unidade de saúde. A mulher morreu enquanto médica e bombeiros discutiam na emergência do hospital.
 
De acordo com a SES-DF, por se tratar de óbito de paciente, o órgão também irá notificar o Conselho Regional de Medicina para tomar as providencias que considerar pertinentes. A médica será mantida longe de suas atividades até que a apuração do caso seja concluída. O caso vai ser investigado pela corregedoria da pasta paralelamente à investigação da Polícia Civil.
 
Entenda o caso
 
Segundo testemunhas, a paciente chegou ao hospital por volta das 18h30, transportada por uma ambulância do Corpo de Bombeiros. Ao ser encaminhada para a sala de alta emergência, a chamada Sala Vermelha, a médica questionou os paramédicos que casos como aquele deveriam ser levados ao HBB (Hospital de Base de Brasília), o maior da capital federal, já que o número de médicos estava reduzido no HRC.  
 
Enquanto a médica realizava procedimentos de socorro, expulsou os bombeiros do setor de atendimento imediato e houve uma discussão. A Polícia Militar foi acionada e a médica foi conduzida a 23ª DP de Ceilândia, assinou um termo de compromisso e foi liberada em seguida. Ela vai responder em liberdade por desacato.
 
Reincidente
 
Esta não é a primeira vez que a médica Luiza Virgínia Pimentel sai do plantão e vai parar na delegacia. A profissional de saúde é conhecida por protagonizar uma série de confusões. Em abril, durante uma discussão com a acompanhante de um paciente, ela teria ficado irritada quando a mulher pediu uma informação. A médica teria mandada a mulher  “procurar uma trouxa de roupa para lavar”. A discussão foi registrada por câmeras do HRC. 
 
No ano passado, a médica agrediu com dois tapas um paciente que estava internado no HRC com um dos braços engessado. Ela disse que o homem a agrediu com palavrões e ela reagiu aos xingamentos.  
 
Em julho de 2013, em outra confusão, Luiza Virgínia Pimentel agrediu um segurança do hospital. Segundo o funcionário, a médica não portava o crachá identificador para estacionar o carro em área privativa. Quando o homem pediu o documento obrigatório, ela o agrediu com tapas.  
 
A Secretaria de Saúde do DF informa que está ciente preliminarmente dos fatos. A Corregedoria da SES/DF vai apurar o caso paralelamente à investigação da Polícia Civil. Por se tratar de um óbito de paciente, a secretaria também irá notificar o Conselho Regional de Medicina para as providencias que considerar pertinentes.
 
Fonte: r7.com.br
terça-feira, 01 de abril de 2014

Programa de plantio de árvores anual em Águas Claras

Lançado a pouco o Projeto Anual de Arborização Urbana pelo Goverdo Dístrito Federal 2014 onde serão plantadas 2 mil mudas.

Em Águas Claras o projeto teve Ínicio no dia 23 no Parque Ecologico. O mesmo vai receber 400 mudas, outras 1,6 mil vão ser distribuidas nas margens da linha do metrô e em praças que sejam urbanizadas, no Areal QS 05 e também no Areal a Avenida Águas Claras, outras areas como o canteiro central da Área de Desenvolvimento Econômico também fazem parte do projeto.

Todas as mudas de árvores são plantas típicas do Cerrado vão ser plantadas em locais indicados pelas administrações Regionais.

arvores

 
quarta-feira, 26 de março de 2014

Bares na região de Águas Claras são multados

A Secretaria da Ordem Pública e Social (Seops) e do Instituto Brasília Ambiental (Ibram) multou bares em Águas Claras por excesso de barulho, primeiramente são feitas 1 advertencia e na segunda visita o local ja é multado onde as multas podem passar os R$ 70 mil. Um dos bares penalizados, no cruzeiro velho, que ja havia havia sido advertido no ano passado foi multado novamente no dia 25/02 por passar dos 50 decibéis (Db).
 
 Pelo fato de estar em uma area Urbana, o Bar teve o pico medido no valor de 67.4 (Db) por volta das 16h. O barulho foi emitido por uma Roda samba promovida por pessoas que frequentavam o local, além de ter que pagar a multa o estabelecimento ficará proibido de usar equipamentos de som.
quinta-feira, 13 de março de 2014

O que não fazer para sua empresa ser processada na Copa 2014

nfográfico - Regras do que NÃO fazer quando o assunto é Copa do Mundo

Cuidado para sua empresa não ser processada! Saiba como evitar problemas para sua marca ao elaborar estratégias para aproveitar o maior evento esportivo deste ano

Por Redação, do Mundo do Marketing | 13/03/2014

pauta@mundodomarketing.com.br

infografico-copa

Fonte: Iska Digital

 

1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | Próximo >